Obras finalmente liberadas pela Prefeitura.

Obras finalmente liberadas pela Prefeitura.

A Prefeitura de São Paulo, sob pressão do Governo Federal, liberou, através da certidão de diretrizes emitida pelo secretário municipal de Transportes, Marcelo Branco, em despacho publicado hoje no Diário Oficial da Cidade, na página 25. De acordo com o estadão.com, "A liberação de uma certidão de diretrizes da CET para empreendimentos como um novo estádio costuma demorar até cinco anos. O Palmeiras, por exemplo, esperou 39 meses para obter a licença da Nova Arena Palestra Itália e teve de pagar R$ 6 milhões em contrapartidas de obras viárias e antienchentes para a região da Pompeia. Para conseguir a licença final para abrir o estádio, o Corinthians precisa cumprir as determinações da certidão emitida pela CET."

No dia de ontem, já circulava a informação que o construtora Odebrecht iniciaria as colocações dos tapumes no terreno de Itaquera, inaugurando oficialmente as obras do estádio, antes mesmo da liberação das verbas prometidas pelos órgãos financeiros governamentais. Assim, o templo da Fiel começa a deixar de ser apenas uma maquete, para alegria dos corintianos, e tristeza dos secadores.

Fonte: Lancenet

Enviado por: Dirceu Felipe de Barros

Veja Mais:

  • Clayson está na mira do Corinthians, que cogita emprestar terceiro jogador ao clube de Campinas

    Corinthians estuda emprestar jogador à Ponte Preta por contratação de Clayson

    ver detalhes
  • Timão foi eliminado pelo Náutico, que agora é excluído por escalação irregular

    Por escalação irregular contra Corinthians, Náutico é excluído da Copa do Brasil Sub-20

    ver detalhes
  • Timão empatou com rival São Paulo e carimbou passaporte à finalíssima

    Classificação do Corinthians à final do Paulistão rende recorde de audiência à Globo

    ver detalhes
  • Fiel promete lotar Arena para empurrar Corinthians rumo ao título paulista

    Corinthians inicia venda de ingressos para final e dá orientação a inadimplentes

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes