Jogo entre Inter e Corinthians reunirá melhor ataque e defesa menos vazada

Jogo entre Inter e Corinthians reunirá melhor ataque e defesa menos vazada

Há vários ingredientes que transformam o duelo entre Inter e Corinthians, no próximo domingo, às 16h, no estádio Beira-Rio, em um jogo equilibrado. Além da rivalidade histórica, dos episódios mais recentes e também da briga natural de dois grandes clubes pelas primeiras posições na tabela, a partida marcará o encontro entre o melhor ataque e a melhor defesa do Campeonato Brasileiro.

O Inter é o time mais efetivo ofensivamente. D' Alessandro, Leandro Damião e companhia já balançaram as redes adversárias 50 vezes. Em seguida, vem o Flamengo, com 49. O Corinthians, por sua vez, fez 43 gols e sofreu 30 durante toda a competição.

Para o Inter, o problema é que o goleador do time no Brasileirão não estará em campo no domingo. Damião será mais uma vez substituído por Jô. Nessa quarta-feira, o técnico Dorival Júnior testou no treino da tarde o time com Gilberto no lugar de Andrezinho, formando um 4-4-2 clássico. Nesse formato tático, Jô - com companhia - foi melhor e marcou duas vezes.

"O time já estava muito bem ofensivamente. Agora, de uns jogos para cá, vem melhorando a defesa. O Inter hoje é um time compactado", resume o volante Mario Bolatti.

Fonte: Correio do Povo Porto Alegre RS

Enviado por: Francisco José Gonçalves

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes