O 'carrapato' do Corinthians está de volta

O 'carrapato' do Corinthians está de volta

Se quem vai aos treinos do Corinthians pouco percebe a presença de Moradei, imagine o torcedor corintiano, que sofre de calafrios só de lembrar do jogador na campanha do rebaixamento em 2007. Mas esta semana Moradei voltou ao foco. Contra o Palmeiras, ele será o substituto de Ralf, suspenso pelo terceiro cartão. Os números mostram que o reserva terá de se superar no domingo. Ele parece saber, tanto que se calou.

Tite deu a primeira pista de que o carrapato, como é chamado pelos companheiros, começará jogando. Moradei saiu-se bem. Nos 30 minutos, correu e se divertiu com os companheiros. Corintiano desde criança, sabe que terá a chance de colocar seus nome de vez na história do clube, para o bem ou para o mal.

'Que ele pense só no agora. Ele não está aqui porque é bonzinho, quietinho', conta o lateral Alessandro, tentando tirar a pressão sobre o reserva.

De poucas palavras e tímido, o atleta de 25 anos tem uma biografia dentro do futebol análoga à história sofredora do Timão. Sofredora sim, mas insistente. O jogador foi formado nas categorias de base do Esporte Clube Taubaté, onde estreou como profissional em 2005. Depois, destacou-se no Bragantino, com boas atuações pelo Paulista de 2007.

Pela boa campanha, chamou a atenção do Corinthians, que o contratou junto com mais três jogadores (o zagueiro Zelão, o goleiro Felipe e o meia Everton Santos). A partir daí, começou o momento conturbado do jovem. Entusiasmado com sua chance de ganhar notoriedade com boas atuações no Timão, teve sua expectativa frustrada. Tudo por causa da queda para Série B, em 2007.

Com isso, o clube não renovou o contrato do volante, que voltou ao Bragantino. Um passo atrás...Entretanto, mais uma vez, o jogador fez boa campanha pelo clube do interior e conseguiu voltar ao Corinthians. O clube então, em 2009, decidiu comprar seus direitos econômicos.

Com poucas oportunidades no elenco, Moradei, depois de tanto tempo, ganhará uma chance de ouro no domingo. Assim como em outras vezes quatro durante o campeonato, o volante substituirá Ralf. No entanto, dessa vez na ‘decisão’ contra o Palmeiras. Jogo que pode ser um feliz complemento de sua história no Timão, ou o encerramento de seu ciclo.

O capitão Alessandro, ciente da pressão que seu companheiro sofrerá, segui passando apoio. 'Está aqui porque tem se dedicado, buscado seus objetivos. Durante o ano, substituiu o Ralf muito bem. Não sei se o Tite vai escalá-lo domingo, provavelmente vai definir o time sexta ou sábado', concluiu.

Reportagem de Daniel Carmona e Felipe Piccoli

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Carille comandou o treino do Corinthians deste sábado, no CT Joaquim Grava

    Pablo treina, e Carille define escalação do Corinthians contra o Atlético-GO

    ver detalhes
  • Clayson foi relacionado pela primeira vez no Corinthians

    Com estreia de Clayson e Pablo, Corinthians relaciona 22 contra Atlético-GO

    ver detalhes
  • Clayson deve estrear com a camisa do Corinthians neste domingo

    Relacionado pela primeira vez, Clayson faz declaração à torcida do Corinthians em rede social

    ver detalhes
  • Roberto (à esq.) está pessimista por negócio com Cicinho

    Roberto de Andrade esclarece especulações, vê Cicinho distante e abre o jogo sobre Nenê

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes