Andrés Sanches se afasta das brigas e problemas do Corinthians

Andrés Sanches se afasta das brigas e problemas do Corinthians

Andrés Sanches se afasta das brigas e problemas do Corinthians

Andrés Sanches se afasta das brigas e problemas do Corinthians

Faltando cumprir ainda dois meses de mandato à frente do Corinthians e as vésperas do processo eleitoral, o agora ex-presidente, Andrés Sanches, anunciou, nesta quinta-feira, que está se licenciando (neste dia 15 de dezembro) do cargo e deixando o comando do Timão para seu vice-presidente, Roberto de Andrade. Andrés assumirá o cargo de diretor de seleções da CBF em janeiro, onde segundo consta, receberá um bom salário: R$ 50 mil. Desta forma, Andrés aproveita os louros do título brasileiro recém-conquistado pelo clube, para deixar atrás de si muitas dívidas e compromissos financeiros e se livrando de um processo eleitoral incendiário.


'Não vejo a hora de deixar o Corinthians', repetiu Andrés, muitas vezes. Para os mais íntimos revelava:

'Isso aqui é um inferno!'.

Em sua despedida, durante a entrevista coletiva convocada para anunciar a inauguração do hotel no Centro de Treinamento 'Joaquim Grava', Andrés afirmou que gostaria de ter antecipado as eleições, porém a pressão interna do clube fez com que ele mudasse de ideia e 'abandonasse' o barco.

'Como já tinha afirmado, deixo o Corinthians e agora quem assume é o Roberto de Andrade, até a eleição. Eu achava que as eleições tinham de ser em dezembro, porque aí o novo presidente teria tempo para montar o time e resolver as coisas. E não quis brigar com as pessoas para não acharem que eu queria dar o golpe', disse Andrés, na sua entrevista final.

Eleições em fevereiro
As eleições corintianas serão no dia 12 de fevereiro, na sede do clube, no Parque São Jorge. O candidato de Andrés, representando a Situação, é Mário Gobbi. Este parece cada vez mais isolado e, agora, não terá sequer o apoio de Andrés, que achou uma forma de sair pela 'porta lateral' do processo sucessório.

De outro lado, existe uma força cada vez maior ao lado de Paulo Garcia, empresário bem sucedido, e que conta com o apoio de vários ex-presidentes, como Marlene Matheus, Valdemar Pires e Alberto Dualib. Candidato da Oposição, Garcia conta também com apoio de muitos conselheiros de peso do clube. Mas precisa ainda canalizar seus esforços para trabalhar o reduzido quadro associativo do Corinthians. Não existe um número oficial, mas o clube estaria com sete mil sócios e com algo em torno de 4,5 mil com direito a voto.

Frustração com Libertadores
Andrés deixa o Parque São Jorge reconhecndo a frustração pelo fiasco na Copa Libertadores deste ano, quando apostou em dois jogadores na estrada da volta: Ronaldo Fenômeno, muito útil no marketing, e Roberto Carlos, cada vez mais individualista.

Aos 47 anos, o ex-presidente assumiu a presidência do Corinthians em 2007, pouco antes da maior tragédia esportiva do clube: o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. No ano seguinte fez o óbvio: subiu o time para a Série A e, de quebra, conquistou o título da Copa do Brasil.

Escolhas erradas
Mas Andrés fez muitas escolhas erradas. Uma delas é seu relacionamento obscuro com o iraniano Kia Joorabchian, que no Brasil representaria empresas esportivas de marketing. O iraniano teria 'lavado' dinheiro do clube, com contratação de grandes jogadores, como o argentino Carlitos Teves, e no final saiu praticamente fugido do Brasil.

Outra escolha errada de Andres foi decisiva para o futebol brasileiro. Ele usou a força do Corinthians, segundo clube em torcida do Brasil (só perde para o Flamengo) para dividir o Clube dos 13, último avanço dos clubes dentro do país. A saída do Corinthians da entidade dos clubes puxou outros menos cotados e provocou um racha e a interrompição do Clube dos 13, enfraquecendo o poder de negociação de todos os seus 20 filiados, principalemnte, com os direitos de televisão. Esta receita, hoje, representa 70% de faturamento dos clubes.

'Amigo' de Teixeira
Tudo isso porque Andrés ficou ao lado de Ricardo Teixeira, presidente da CBF e que sofre uma série de denúncias sobre corrupação, tanto na CBF como na Fifa. O candidato de Teixeira ao Clube dos 13 era Kléber Leite, ex-presidente do Flamengo, que conrorreu e perdeu para o gaúcho Fábio Koff. A saída do Corinthians, usado como massa de manobra pela 'CBF de Teixeira' destruiu o Clube dos 13, que tinha em sua vice-presidência o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio.

Insatisfeito com o 'estrago', Sanches brigou com Juvêncio e não quis mais levar o Corinthians para jogar no Morumbi. Este seria o local lógico para a realização de grandes jogos, por abrirgar até 70 mil torcedores. Quantos milhões o Corinthians perdeu por esta decisão infeliz? Ninguém sabe ao certo.

Boquinha na CBF
Usado por Teixeira, Andrés ganhou como prêmio a chefia da delegação brasileira na Copa da África do Sul, em 2010, fez parte da comitiva liderada pelo presidente da CBF. Andrés foi um fiasco como diretor da entidade. Inoperante e ausente deixou a seleção desunida e a viu naufragar na competição sob o comando de Dunga, um técnico inexperiente e teimoso.

Em janeiro, ainda como prêmio por trair os filiados do Clube dos 13, Sanches assume o cargo remunerado de diretor de seleções da CBF. Vai receber perto de R$ 50 mil. Nada mal para quem vem de uma família de feirantes e que prosperou na vida com uma fábrica de plásticos num subúrbio da capital paulista.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes