Esperando por Montillo, Corinthians pode repatriar camisa 10 Willian

Esperando por Montillo, Corinthians pode repatriar camisa 10 Willian

Willian atualmente defende o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia

Willian atualmente defende o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia

O sonho do Corinthians em contar com um camisa 10 de grande nível ainda não está no fim. Mesmo aguardando pela definição envolvendo o argentino Montillo, a diretoria do Timão estuda um possível retorno do também meia Willian, que atualmente defende o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

Aos 23 anos, o jogador já teria manifestado seu interesse em retornar ao Corinthians, principalmente pelo fato de poder atuar pelo clube na Copa Libertadores. Além disso, outro fato importante faz a vontade do jogador aumentar: o nascimento da filha. Em fevereiro, Willian vai se tornar pai e quer acompanhar de perto esse momento único.

Severino da Silva, pai e representante do jogador, já teria entrado em contato com o diretor de futebol do Timão, Duílio Monteiro Alves, para deixar claro o interesse de Willian. O pai do atleta vai tentar junto aos ucranianos a liberação por empréstimo de, pelo menos, seis meses.

Willian tem contrato até julho de 2014 com o Shakhtar e a sua multa de rescisão contratual é de 30 milhões de euros (cerca de R$ 73 milhões). Esse valor está fora de cogitação para o padrão corintiano.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Patch que será usado pelos jogadores no Dérbi de quarta-feira

    Rivalidade à parte: Corinthians e Palmeiras se unem e usarão logo no clássico

    ver detalhes
  • Na última vez em que esteve na Arena, Timão derrotou o Grêmio Novorizontino

    Corinthians muda planos e marca treino para a Arena antes do Dérbi

    ver detalhes
  • Jadson contra o Água Santa no CT do Corinthians

    Jadson melhora, Carille vê chance de reestreia antecipada, mas não diante do Palmeiras

    ver detalhes
  • Guilherme pode perder clássico em Itaquera

    Opção no sábado, Guilherme vira preocupação para Dérbi; goleiro retorna

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes