Esperando por Montillo, Corinthians pode repatriar camisa 10 Willian

Esperando por Montillo, Corinthians pode repatriar camisa 10 Willian

Willian atualmente defende o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia

Willian atualmente defende o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia

O sonho do Corinthians em contar com um camisa 10 de grande nível ainda não está no fim. Mesmo aguardando pela definição envolvendo o argentino Montillo, a diretoria do Timão estuda um possível retorno do também meia Willian, que atualmente defende o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

Aos 23 anos, o jogador já teria manifestado seu interesse em retornar ao Corinthians, principalmente pelo fato de poder atuar pelo clube na Copa Libertadores. Além disso, outro fato importante faz a vontade do jogador aumentar: o nascimento da filha. Em fevereiro, Willian vai se tornar pai e quer acompanhar de perto esse momento único.

Severino da Silva, pai e representante do jogador, já teria entrado em contato com o diretor de futebol do Timão, Duílio Monteiro Alves, para deixar claro o interesse de Willian. O pai do atleta vai tentar junto aos ucranianos a liberação por empréstimo de, pelo menos, seis meses.

Willian tem contrato até julho de 2014 com o Shakhtar e a sua multa de rescisão contratual é de 30 milhões de euros (cerca de R$ 73 milhões). Esse valor está fora de cogitação para o padrão corintiano.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Jogo do Corinthians contra o Grêmio será transmitido para 13 estados do Brasil

    TV Globo exibe Corinthians e Grêmio para 13 estados do Brasil; confira

    ver detalhes
  • Corinthians vem de boa vitória no Brasileirão

    Corinthians pode se isolar na liderança e aumentar distância do G6; veja a classificação

    ver detalhes
  • Corinthians entra em campo neste domingo contra o Grêmio

    Corinthians visita Grêmio neste domingo para se consolidar na briga pelo hepta do Brasileirão

    ver detalhes
  • Gramado da Arena Corinthians está mais suscetível a 'escorregões' por excesso de umidade

    Gramado da Arena Corinthians 'chegou no limite', diz presidente de empresa responsável

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes