Fiel pode ajudar o Timão a contratar Cristian

Fiel pode ajudar o Timão a contratar Cristian

Um projeto inovador para o futebol brasileiro que pode dar certo para o Corinthians repatriar um ídolo da torcida e, sobretudo, que agrada à diretoria. Uma empresa, cujo nome é guardado em segredo, apresentou ao Alvinegro um projeto com um modelo que permite que pessoas físicas ou jurídicas financiem a contratação do volante Cristian, do Fenerbahçe, da Turquia. Os cartolas corintianos deram o aval para a ideia e agora torcem para que o montante necessário para trazer o jogador de volta seja arrecadado.

Até um vídeo da campanha vazou na internet nesta terça-feira e repercutiu rapidamente nas redes sociais. Na mídia, Cristian pede ajuda aos corintianos para voltar ao clube, pelo qual fez sucesso entre setembro de 2008 e julho de 2009. As doações para concretizar a ideia podem ser feitas por meio do site www.voltacristian.com.br, com valor mínimo de R$ 100.

'Não tenho muitos detalhes, o contato foi feito com o pessoal do marketing. Foi questionado se o jogador, pela parte técnica, caberia no nosso elenco. A resposta foi positiva, óbvio', avisou o diretor adjunto de futebol alvinegro, Duílio Monteiro Alves, à Rádio Estadão/ESPN.

'Se a empresa conseguir contratar o jogador, o Corinthians ficará muito satisfeito em tê-lo aqui novamente.'

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Equipe feminina do Timão foi ao CT Joaquim Grava no início de novembro

    Corinthians renova parceria com Audax e confirma equipe feminina para 2017

    ver detalhes
  • Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    ver detalhes
  • Marlone foi o destaque do treino desta quinta-feira

    Marlone marca, Caíque ganha chance e Oswaldo volta a ensaiar escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Alessandro é homem de confiança do presidente corinthiano

    Diretor de futebol refuta saída de Alessandro do Corinthians: 'Picuinha'

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes