'Parei de atender telefonemas de quem não tenho registrado' diz Gilvan

'Parei de atender telefonemas de quem não tenho registrado' diz Gilvan

Com sua calma peculiar, o presidente do Cruzeiro Gilvan de Pinho Tavares tentou amenizar a polêmica envolvendo o mandatário do Corinthians, Roberto de Andrade. Nessa quarta-feira, ele teria tentando, em vão, contato telefônico com o dirigente da Raposa.

- Vou dizer de maneira clara e não sei se chega a ele. Não tenho registrado no meu celular o telefone do presidente do Corinthians e se ele ligou não atendi por isso. Há um tempo parei de atender telefonemas de quem não tenho registrado porque não estava dando conta. Jamais deixaria de atender o telefonema de um presidente de um clube coirmão, nem que fosse para dizer não. Não sei se isso ocorreu realmente. Ele tem o telefone, do Zé Maria (vice-presidente), do Dimas e poderiam ter falado com eles o que queriam falar comigo. Essa noticia está meio fantasiosa.

Perguntado se acreditava na desistência oficial do Timão em contratar Montillo, Gilvan também deu sua opinião.

- Não sei se desistiram, a verdade é que insistiram demais , mas não com o Cruzeiro, e sim com o empresário do Montillo. Sei que a insistência foi através dele. O diretor do Corinthians veio aqui pedir desculpa pelo procedimento adotado antes pelo presidente do Corinthians, porque entenderam que não era uma posição correta.

Fonte: Globo Esporte

Enviado por: Rodolpho Rocha

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes