Tite se rende a Danilo e ao esquema com dois meias

Tite se rende a Danilo e ao esquema com dois meias

Dois meias ou três atacantes? Uma dúvida eterna na cabeça de Tite. O técnico, que vinha optando por escalar a primeira formação nos jogos fora de casa e a segunda no Pacaembu, rendeu-se ao bom desempenho de Danilo. Contra o Linense, o camisa 20 será mantido ao lado de Alex com a missão de dar mais posse de bola ao Corinthians. Um fato que não é novo para o experiente meia.

'Jogamos assim muitos jogos no ano passado. Fizemos vários jogos bons, mas ainda temos que acertar algumas coisas, como o posicionamento e a hora da marcação. A gente vai se acertar até a estreia da Libertadores', afirmou Danilo, em entrevista ao MARCA BRASIL.

No ano passado, Tite optou pelo esquema de dois armadores em 28 oportunidades, mas na maioria das vezes escalou um trio ofensivo (35 jogos). No entanto, o aproveitamento com dois meias foi melhor. Na temporada, o time conseguiu conquistar 61% dos pontos disputados. Mas a parceria nem sempre foi entre Alex e Danilo. Bruno César, Ramírez e até Jucilei trabalharam no setor. A atual dupla teve apenas 12 jogos, com aproveitamento de 55% dos pontos disputados. Por isso, Danilo vê com bons olhos a manutenção do esquema para entrosar mais.

'Acho que o ideal é ficar jogando com o mesmo time para ir adquirindo ritmo. Tomara que nos próximos jogos a gente possa se entrosar para dar mais a cara do Corinthians', ressaltou o camisa 20.

Se Danilo, com Alex, melhora a posse de bola - o time ficou mais com elas nos pés diante do Guaratinguetá -, a dupla ainda dá mais experiência para a Libertadores.

'Não digo que ganha mais experiência, mas pode ser um diferencial. A gente sabe como é a disputa da Libertadores e temos uma maturidade para a disputa, mas o grupo inteiro tem esse fator', comentou o meia.

Reportagem de André Pires e Felipe Piccoli

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes