Depois de cirurgia, Adriano reaparece em churrascaria tomando chope

Depois de cirurgia, Adriano reaparece em churrascaria tomando chope

Rio de Janeiro, RJ, 17 (AFI) - Adriano ficará parado por três meses por conta de uma cirurgia no tendão de Aquiles do pé esquerdo, mas segue tendo a mesma rotina de quando jogava no Corinthians. Em sua primeira aparição depois da operação, o atacante almoçou em churrascaria sem se preocupar com a balança e tomou um chopinho.

No entanto, ao contrário da época em que entrava em campo, Adriano está liberado para fazer estas atividades. José Luis Runco, médico da Seleção Brasileira e do Flamengo, que operou o jogador, afirmou que não existe nenhuma objeção para a atividade do atacante.

'Ele só não pode colocar o pé no chão e seguir andando de muletas. Ele não está tomando nenhum tipo de medicamento que impeça de consumir qualquer tipo de alimento. Assim ele está seguindo as recomendações que o departamento médico passou para ele antes da cirugia', afirmou Runco.

Mesmo sem botar o pé no chão, Adriano deve começar a fazer fisioterapia no final desta semana. A previsão é a de que o processo de recuperação dure pelo menos três meses. Será que ele vai voltar a ser o que era antes? Só o tempo dirá...

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Clayson está na mira do Corinthians, que cogita emprestar terceiro jogador ao clube de Campinas

    Corinthians estuda emprestar jogador à Ponte Preta por contratação de Clayson

    ver detalhes
  • Camisa 8 com nome de Basílio sendo exibida na loja oficial da Arena Corinthians

    Número de Basílio em 77, camisa 8 não será usada pelo Corinthians em decisão do Paulista

    ver detalhes
  • O atacante Lucca foi emprestado à Ponte Preta até dezembro de 2017

    Confira como estão os jogadores emprestados pelo Corinthians em 2017

    ver detalhes
  • Timão foi eliminado pelo Náutico, que agora é excluído por escalação irregular

    Por escalação irregular contra Corinthians, Náutico é excluído da Copa do Brasil Sub-20

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes