Danilo, do Corinthians, é o 'Rei do Pacaembu'

Danilo, do Corinthians, é o 'Rei do Pacaembu'

Tem sido sempre assim nesta temporada: em jogos decisivos no Pacaembu, Danilo faz a diferença, sobretudo com gols. Foram quatro, dois deles nos duelos que o Corinthians disputou pela Taça Libertadores (Cruz Azul-MEX e Nacional-PAR). Nesta quarta-feira, mais uma vez, o reinado do ‘artilheiro do Pacaembu’ pode ser coroado com mais uma atuação marcante, contra o Deportivo Táchira-VEN, às 22h, pelo último duelo do Grupo 6 do torneio continental.

'Procuro jogar da mesma forma em todos os jogos, seja em casa ou fora e em qualquer campeonato. Vivo um momento bom, assim como todo o time que está jogando bem. Nos jogos do Pacaembu, tenho conseguido me sair bem e fazer gols, mas não tenho nada de especial. E só a minha mesma determinação. Espero que possa ser assim contra o Táchira. Vou fazer de tudo para isso', disse Danilo ao MARCA BRASIL, confiante que vai encerrar a primeira fase da Libertadores com gols em todos os jogos no Pacaembu.

'Prometo (para o torcedor) que vou tentar tudo para isso, mas, mais do que isso, que vou lutar pela vitória para ficarmos perto de sermos o melhor time da primeira fase. O mais importante é a vitória, seja com gol de qualquer um', prosseguiu.

Os números de Danilo não têm sido bons apenas no Pacaembu. O meia está consolidado na vaga de titular e vive seu ‘melhor momento no Timão’.

'Estou vivendo um momento bom. Tenho feito gols. Venho jogando bem. Isso tudo dá muita confiança, o que dá mais chance para continuar atuando sempre da mesma forma. E assim, a chance de sempre estar bem aumenta. Acho que estou bem para ajudar o Corinthians nos duelos decisivos daqui para frente', avaliou o camisa 20, vencedor da Taça Libertadores em 2005, quando defendia o São Paulo.

Marcado por ser frio dentro de campo, Danilo avisou: a partir das oitavas de final da Libertadores, o Timão precisará se espelhar em sua tranquilidade. 'Acho que vamos precisar muito de frieza, não só na Libertadores, como no Paulistão. Na Libertadores, eles vão catimbar mesmo e vão partir para cima, por isso precisamos dessa calma e tranquilidade nos jogos. E trazer tudo que eles fizeram para o nosso favor', concluiu o meia.

Reportagem Felipe Piccoli e André Pires

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes
  • Leandro Damião pode trocar Flamengo pelo Corinthians em 2017

    Corinthians inicia conversas por centroavante do Flamengo, diz portal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes