Passo a passo, Timão diminui pressão e peso da Libertadores

Passo a passo, Timão diminui pressão e peso da Libertadores

Dos 14 jogos que o Corinthians pode fazer na Libertadores da América de 2012, nove já se passaram. Ou seja, 64% do objetivo de buscar o inédito título está cumprido. Mas, mesmo faltando mais cinco compromissos para chegar à glória - além do Vasco, no jogo de volta das quartas de final, na próxima quarta-feira, caso avance, restarão mais dois duelos da semifinal e outros dois da final -, os corintianos já se veem como vitoriosos. Querem mais, entretanto, e comemoram cada partida realizada como um peso a menos nas costas.

'Não sei quantos quilos estou mais leve, mas realmente a responsabilidade é muito grande, sabemos o peso que é a Libertadores para nós, para o Corinthians. Então, a cada partida vai diminuindo e tudo é passo a passo. Se Deus quiser, vamos conseguir mais um passo com a classificação na quarta-feira', frisou o volante Paulinho, um dos destaques do time na - até aqui - vitoriosa campanha de cinco triunfos e quatro empates, algo que rende um aproveitamento de 70,3%.

Pensando em continuar tirando, jogo a jogo, o peso das eliminações alvinegras no torneio continental, algo que é constantemente lembrado pelos torcedores e pela imprensa, os jogadores foram unânimes, no retorno da delegação corintiana para São Paulo, ao dizer que o resultado no Rio de Janeiro, quarta-feira, por 0 a 0, poderia ser melhor, caso o time conseguisse fazer gols. Porém, de qualquer forma, no geral, um empate contra um rival qualificado não é nada mal.

'Um resultado melhor sempre pode acontecer. Eu acho que não deixa de ser um bom resultado, na verdade. Um 0 a 0 fora de casa é importante para trazer para o segundo jogo', ressaltou o meio Alex que, mesmo vendo com bons olhos o placar, faz uma ressalva.

'Mas é perigoso pelo fato de o concorrente ser uma baita equipe e, vendo isso, a gente vai ficar atento, mas sabendo que na condição de mandante, somos fortes. Vamos ver se conseguimos exercer isso bem', enfatizou o camisa 12 que, ao que tudo indica, deve seguir no time.

Assim, com a cabeça focada em entrar para a história do Corinthians, o grupo de Tite mantém os pés no chão. E quer chegar à decisão para se livrar de qualquer peso da Libertadores.
 

Reportagem de Felipe Piccoli e Juliano Macedo

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Corinthians tem missão complicada por vaga na Libertadores

    Resultado da Copa do Brasil complica ainda mais situação do Corinthians rumo à Libertadores

    ver detalhes
  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Com Luan 'impossível', Timão deve voltar ao mercado para analisar outras opções à defesa

    Sem campeão olímpico, Corinthians monitora novas opções para zaga

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes