Cássio revela segredos para o sucesso: tranquilidade, bondade e qualidade

Cássio revela segredos para o sucesso: tranquilidade, bondade e qualidade

Os jogadores de futebol movem a paixão e, às vezes, a raiva de torcedores. Todos eles, seres humanos como nós, tem uma imagem de que encarnam personagens quando entram em campo. E, de fato, isso ocorre. Porém, existem atletas que são da mesma forma dentro e fora dos gramados e o goleiro Cássio, titular absoluto do Corinthians neste momento, é um desses. Tranquilo embaixo das traves e calmo na vida pessoal. Bondoso com o próximo e também com seus companheiros quando necessário. Religioso e cheio de rituais, este é Cássio, um goleiro que, do dia para a noite, literalmente, entrou para salvar o time e conseguiu colocá-lo na semifinal da Taça Libertadores da América de 2012.

'Sempre fui um cara tranquilo, de família. Minha família sempre foi muito unida, então todos são desse jeito, calmos. E isso me ajuda muito nos momentos decisivos, porque fico tranquilo e deixo a emoção para a torcida, que nos apoia. Lá dentro, os jogadores precisam sempre estar tranquilos, com a cabeça boa para tentar e conseguir fazer o melhor', enfatiza Cássio, em entrevista exclusiva ao MARCA BRASIL.

'Eu tenho alguns rituais para manter essa tranquilidade também. Tem pessoas que eu converso, principalmente, com os amigos. Gosto de ler a bíblia, pois sou católico e rezo antes dos jogos. Ah, também tem uma pessoa lá da minha cidade (Veranópolis-RS) que eu gosto muito de conversar antes de entrar em campo, é uma pessoa da igreja. E, obviamente, sempre ligo para a minha mãe', revela o camisa 24 que, depois de salvar a bola de Diego Souza, no último jogo, contra o Vasco, provando ser um cara bondoso, ‘perdoou’ o amigo Alessandro, que perdeu a bola no lance. 'Foi uma conversa normal com o Alessandro. Aconteceu um erro dele e eu consegui consertar a coisa. Isso é a força do grupo, que está com a cabeça boa', finaliza.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Final da Flórida Cup 2017, único revés em mata-mata para o Corinthians no Século 21

    Após seis triunfos, Timão perde primeiro mata-mata para o São Paulo no Século 21

    ver detalhes
  • Não agradou - Titular no Majestoso, Guilherme teve atuação discreta na decisão da Florida Cup

    Meia do Corinthians tem nota próxima do zero após empate

    ver detalhes
  • Timão disputou primeiro clássico de 2017 na noite deste sábado

    Clássico termina empatado e Corinthians perde título para rival nos pênaltis

    ver detalhes
  • Marquinhos Gabriel foi chutado por Bruno

    Marquinhos Gabriel leva chute na cabeça; árbitro ignora, mas expulsa Kazim e Maicon

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes