Danilo à disposição para ser centroavante contra o Santos: tudo por um gol sobre o rival

Danilo à disposição para ser centroavante contra o Santos: tudo por um gol sobre o rival

Danilo é meia de origem e sempre destaca que rende mais como homem de criação. Agora, pergunte a ele se tem algum problema exercer a função de centroavante contra o Santos, na semifinal da Libertadores.

'Nenhuma. Nosso time não tem atacante fixo, então faço isso sem problemas. Quero ajudar a classificar e sei que posso conseguir. O que temos que fazer é gol fora de casa, não importa com quem', responde um dos artilheiros corintianos na disputa continental, com três gols.

Se não vê dificuldade para preencher a lacuna no ataque, já que reveza com Alex como o homem de referência no esquema de Tite, Danilo sabe que pode ser peça fundamental para a classificação corintiana à final da Libertadores, nesta quarta-feira, na primeira partida da semifinal contra o Santos, na Vila Belmiro. Isso porque, para ele, o gol fora de casa - o clube ainda não marcou na fase de mata-mata do torneio - é fator determinante para atingir o objetivo de chegar ao topo da América.

'A gente sabe que na Libertadores um gol fora de casa define. A gente vai ter que buscar esse gol fora, porque é fundamental. Quando estivermos sem a bola, vamos marcar, tirar os espaços, pois a equipe deles tem qualidade. Mas, com a bola, nossa equipe tem característica de atacar e jogar para buscar o gol', destaca o meia, que vê outro forte atributo para o time sonhar com a vaga contra o Santos e com o título.

'Na Libertadores é fundamental ter boa defesa e tomar pouco gols. Se continuar assim vamos ser campeões', opina, confiante na regularidade da defesa corintiana, a melhor na disputa da Libertadores, com dois gols sofridos, em dez jogos disputados.

Mau início no Brasileirão não influencia na Libertadores

Três derrotas e um empate no Brasileirão contrasta com a boa campanha na Libertadores. Este é o espelho do Corinthians nesta temporada. O mau início no Nacional (último na tabela), porém, não incomoda o meia Danilo.

'A gente sabe que nosso lugar não é ali. O campeonato é longo, e o desgaste é grande para jogar as duas competições. Não adianta falar que não, porque estamos sempre com a cabeça na Libertadores', completa.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Zagueiro tem 29 jogos pelo Corinthians: 14 vitórias, dez empates e apenas cinco derrotas

    Novo titular, Pedro Henrique 'perdoa' Guerrero e fala grosso: 'Corinthians briga para ser campeão'

    ver detalhes
  • Copa Sul-Americana terá 32 classificados na segunda fase

    Copa Sul-Americana chega a 21 classificados; torneio pode ter até sete campeões da Libertadores

    ver detalhes
  • Léo Santos (à dir.) deixou atividade mais cedo por conta de bolhas nos pés; Paulo Roberto foi testado na zaga

    Zagueiro deixa treino e faz Carille improvisar nesta quinta-feira; veja escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • O meia Régis, do Bahia, recebeu elogios do técnico Fábio Carille

    Corinthians prioriza reforço para a zaga, e dispensa indicação por meia do Bahia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes