Estatísticas pesam a favor do Timão contra o Boca

Estatísticas pesam a favor do Timão contra o Boca

O Corinthians tem a seu favor um retrospecto favorável aos mandantes no segundo jogo de uma final de Libertadores. Em 52 edições do torneio, o primeiro jogo da decisão terminou empatado em 15, como no 1 a 1 contra o Boca Juniors na partida da ida desta quarta-feira. A boa notícia para o Corinthians é que em 10 delas o título ficou o time mandante do segundo jogo. A partida de volta está marcada para o dia 4 de julho.



Independiente (em 1964 e 1972), Boca Juniors (1978), Nacional (1980), Grêmio (1983), Colo Colo (1991), Cruzeiro (1997), Once Caldas (2004), São Paulo (2005) e Santos (2011) empataram o jogo de ida fora de casa e na volta, sob seus domínios, conquistaram o título.

Em 1967 e 1973, os campeões Racing e Independiente, respectivamente, empataram os jogos de ida fora de casa contra Nacional e Colo Colo e também ficaram iguais nos jogos de volta. Naquele tempo, quando não havia vantagem em pontos após dois jogos, o título era decidido num terceiro jogo em campo neutro. Em ambas quem empatou fora de casa na ida ficou com o título.

>>>FOTOGALERIA: Confira as imagens de Boca Junios x Corinthians

Apenas três edições tiveram campeões que empataram em casa no jogo de ida da final, mas foram buscar o título na casa do rival: Peñarol (1982), Boca Juniors (2000) e Estudiantes (2009). Peñarol e Estudiantes empataram por 0 a 0 em casa contra Cobreloa e Cruzeiro, respectivamente, e na volta venceram na casa dos rivais.

O Boca, há 12 anos, empatou na Bombonera com o Palmeiras por 2 a 2. Na volta, novo empate, desta vez por 0 a 0 no Morumbi. Nos pênaltis, o título foi para a Argentina.

Esta é a 10ª final de Libertadores da história do Boca. Nas outras nove, incluindo 2000, o time argentino fez o primeiro jogo em casa em cinco (1977, 2000, 2003, 2004 e 2007) e só não foi campeão em 2004, quando empatou na Bombonera e na Colômbia antes de perder nos pênaltis para o Once Caldas. Porém, diferente desta vez, venceu em três (1977, 2003 e 2007).

Nas outras quatro finais do time argentino (1963, 1978, 1979, 2001), a partida decisiva foi na Bombonera. Perdeu para Santos (1963) e Olímpia (1979) e venceu Deportivo Cali (4 a 0, em 1978) e Cruz Azul, nos pênaltis (2001).

No jogo da volta, empates por qualquer quantia de gols leva a partida para a prorrogação. Se a igualdade persistir após os 30 minutos extras, o título será decidido nos pênaltis.

As informações são do IG

 

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes