Corinthians tem novo ataque para superar o Internacional

Corinthians tem novo ataque para superar o Internacional

O torcedor do Corinthians acostumou-se a ver Emerson ao lado de Jorge Henrique no ataque este ano, os titulares da conquista da Copa Libertadores. Por lá, ainda fez festa com Liedson, William e Romarinho. Não se empolgou muito com Elton e Gilsinho e agora estava começando a se acostumar com Guerrero. Se Tite tinha um leque de opções ofensivas para armar o time diante do Internacional, nesta quinta-feira, ele usará as únicas opções que sobraram em condições: o argentino Martínez e Adílson.


A inédita dupla ofensiva, que jamais iniciou uma partida com a camisa do clube, tampouco havia treinado lado a lado antes do trabalho desta quarta, terá a missão de anotar os gols da equipe nesta quinta, no Pacaembu. A carência é tão grande que até o chinês Zizao - ficou no banco uma única vez, em jogo diante da Ponte Preta no qual todos os titulares foram poupados - vai novamente estar no banco de reservas ao lado do treinador. Mas não deve entrar.

Tite sabe que a sequência pela frente não é nada fácil, diante de quatro campeões estaduais (Internacional, Santos, Fluminense e Atlético Mineiro) e o rival São Paulo no meio, mas pediu a mesma postura para que a equipe suba na tabela de classificação. Para ele, é a hora de mostrar a força do time da Copa Libertadores. 'Temos de engatar série de vitórias. Ficar empatando uma, ganhando outra jamais vamos encostar. Até porque uma hora vamos perder', afirmou o lateral-direito Alessandro. 'Ainda não alcançamos aquele nível da Libertadores, está na hora'.

Apenas uma vez o Corinthians ganhou duas vezes seguidas. A meta é repetir esses resultados. Como? 'Temos de manter a postura dos últimos jogos, apertar na marcação, adiantada. Claro, com passes curtos perto dos atacantes, que sentiram a falta de entrosamento e precisam fazer o simples', disse Tite. Ele pede paciência da torcida com Adílson e Martínez, ciente de que erros de passes vão acontecer, mas garante que a postura de buscar a vitória a todo custo será a mesma.

E pensar que há uma semana, Tite até discutia se escalava o Corinthians com dois ou três atacantes. De uma hora para a outra, os problemas apareceram. O último deles, a confirmação de que Jorge Henrique rompeu o ligamento da coxa esquerda e terá de ficar fora por pelo menos três jogos. Ele sentiu dores na última segunda, fez exames e nesta quarta ficou comprovada a lesão.

Romarinho está suspenso, Guerrero com a seleção peruana e Emerson em fase final de recuperação de lesão no tornozelo. Para piorar, o clube emprestou Elton esta semana para o Vitória (já havia liberado Liedson, William e Gilsinho).

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Atlético-PR e Coritiba preferiram não realizar a partida e enfrentaram o modelo tradicional do futebol

    Unidos, rivais peitam a Globo e acabam barrados pela Federação Paranaense

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade pode ser afastado nesta segunda-feira

    Linha do tempo, bastidores e opiniões de conselheiros: tudo sobre o impeachment no Corinthians

    ver detalhes
  • Fábio Carille comandou Corinthians em mais uma vitória, desta vez contra o Audax

    Passadas quatro rodadas, só um time tem aproveitamento melhor que Corinthians no Paulistão-2017

    ver detalhes
  • Arena Corinthians com pouco público neste início de ano

    Sete motivos que explicam a queda do número de adimplentes do Fiel Torcedor

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes