Cássio nega que seu empresário tenha facilitado sua convocação

Cássio nega que seu empresário tenha facilitado sua convocação

Em uma participação no programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, o goleiro Cássio comentou sua convocação para a seleção brasileira. Segundo o atleta, os rumores que seu empresário, Carlos Leite, teria interferido na sua ida para a seleção não possuem cabimento. Ele aproveitou para ressaltar sua boa fase no Corinthians como justificativa para a convocação.

'Já ouvi falarem sobre isso (a suposta ajuda de Carlos Leite), mas os meus números vêm me credenciando à Seleção. Fui campeão da Libertadores, tivemos uma das melhores defesas da história do torneio e estou vivendo um grande momento. Fui chamado pelo que fiz no Corinthians. Sou merecedor disso', declarou Cássio.

Questionado sobre as possíveis intervenções dos empresários nas convocações de alguns jogadores, o goleiro do Timão disse que  não acredita nessa possibilidade, mas assumiu que não esperava ser convocado tão cedo.

'Acho que não. Falam muito da ajuda de agentes, mas não concordo. No meu caso, fui campeão da Libertadores, escolhido o melhor goleiro, e estou vivendo grande momento. Fiquei um pouco surpreso. Algumas pessoas diziam que eu poderia ter uma chance, mas eu não pensava nisso. Talvez futuramente', comentou.

Vivendo a boa fase no Timão, Cássio comentou sobre a conquista da Libertadores e também sobre seu contrato com o clube. A vontade de alcançar mais títulos e permanecer no Corinthians é o que prevalece para o goleiro.

'É o melhor ano não só para mim, mas para todos os corintianos. O clube conseguiu ganhar um título muito desejado. A nação corintiana está feliz. Tenho contrato até o final de 2015 e pretendo ficar no Corinthians, pois estou muito contente. Espero ganhar mais títulos. Isso vai me candidatar a entrar na história do clube', finalizou.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Desfalque diante do Vitória, Pablo está recuperado e deve viajar a Goiânia

    Treino do Corinthians tem rachão com 'morte súbita', 'desafio' a Clayson e disputa de pênaltis

    ver detalhes
  • Roberto (à esq.) está pessimista por negócio com Cicinho

    Roberto de Andrade esclarece especulações, vê Cicinho distante e abre o jogo sobre Nenê

    ver detalhes
  • Nenê foi oferecido nos últimos dias para a diretoria do Corinthians

    Nenê é oferecido ao Corinthians; até troca com dois jogadores alvinegros é sugerida

    ver detalhes
  • Para presidente corinthiano, aporte da Crefisa no Palmeiras é 'ponto fora da curva'

    'Desleal', diz Roberto de Andrade sobre apoio da Crefisa ao arquirrival do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes