No Rio, Corinthians quer chegar logo à zona de conforto

No Rio, Corinthians quer chegar logo à zona de conforto

A meta do Corinthians neste Campeonato Brasileiro já foi estabelecida e é chegar aos 45 pontos, número considerado pelo técnico Tite a 'zona de segurança' para se ver livre da ameaça do rebaixamento e garantir a folga aos titulares antes da disputa do Mundial de Clubes da Fifa. Restam dez pontos para isso e a receita para o jogo deste domingo, às 16 horas, contra o Botafogo, pela 26.ª rodada, é usar o embalo adquirido após a vitória no clássico contra o Palmeiras para garantir uma espécie de revanche no Engenhão.


Para o jogo, as novidades devem ser as entradas de Guilherme Andrade, improvisado na lateral esquerda, e de Jorge Henrique no meio. Os dois substituem os suspensos Fábio Santos e Danilo, respectivamente. Foi justamente a equipe carioca que carimbou a faixa de campeão da Copa Libertadores e desencadeou na ocasião uma bronca coletiva no elenco. Naquele 11 de julho, o Corinthians voltou a atuar exatamente uma semana após a conquista inédita. Ainda em clima de festa e no mesmo palco do título, o Pacaembu, o time foi facilmente dominado e perdeu por 3 a 1.

O tal 'apagão' sofrido naquela noite rendeu uma lição importante. 'Talvez aquele jogo tenha sido um dos meus momentos mais importantes no Corinthians. A ‘boleirada’ tomou um ‘chega pra lá’ depois da derrota', contou Tite.

Se a ideia da repreensão era evitar o deslumbramento e acomodação pós-título, deu certo. Na época, o Corinthians estava nas últimas posições do Brasileirão e hoje está entre os dez primeiros colocados. 'Nossa prioridade agora é a zona de segurança. Se alcançarmos rápido esses pontos, o departamento de fisiologia vai mapear os jogadores que estão mais desgastados e vamos decidir quem devemos poupar', disse Tite.

'A partida com o Botafogo foi a minha pior com a camisa do Corinthians. A equipe deixou de fazer um bom jogo. Todos tem que pensar nisso para jogar bem dessa vez', disse o volante Paulinho, um dos jogadores a ganhar descanso assim que os 45 pontos forem atingidos.

Uma vitória encaminha essa busca e, de quebra, ajuda no planejamento do clube do ano. Em 2012, o Corinthians ainda não perdeu no Engenhão e busca manter o bom retrospecto. 'Vamos lá para recuperar os pontos que a gente perdeu para o Botafogo aqui no Pacaembu', disse o goleiro Cássio. Depois da partida deste domingo, o time recebe o Sport, equipe que luta contra o rebaixamento.

Até este sábado, Emerson estava confirmado para a partida, mas a diretoria do Corinthians surpreendeu, pediu a revogação de seu efeito suspensivo e perdeu o jogador para o duelo. Desta forma, o atacante espera novo julgamento, que acontecerá na semana que vem, e pode ter que cumprir mais três dos seis jogos de suspensão que pegou por sua expulsão diante do Atlético Mineiro, no dia 2 de setembro. O peruano Guerrero entra na equipe.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Jô é mais uma vez decisivo para o Timão nos clássicos do Paulista

    'Rei dos clássicos', Jô é decisivo em empate do Corinthians contra o São Paulo

    ver detalhes
  • Corinthians deve enfrentar o Botafogo-SP nas quartas de final

    Conheça o provável adversário do Corinthians nas quartas de final do Paulistão

    ver detalhes
  • Rogério ceni rendeu elogios ao atual treinador do Corinthians

    Rogério Ceni deixa rivalidade de lado para elogiar atitude de Carille

    ver detalhes
  • Jô marcou o único gol do Corinthians no Majestoso

    Atacante é eleito melhor em campo no clássico; lateral tem nova atuação fraca

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes