Mario Gobbi espera por no mínimo 9 mil corintianos no Japão

Mario Gobbi espera por no mínimo 9 mil corintianos no Japão

O presidente do Corinthians, Mário Gobbi, afirmou que espera pela presença de no mínimo 9 mil torcedores do time no Japão, em dezembro, onde a equipe buscará o seu segundo título do Mundial de Clubes da Fifa. O dirigente fez a previsão na madrugada desta terça-feira, durante festa realizada no Anhembi que serviu para comemorar os 102 anos da história corintiana, completada no último dia 1.º.


'Seguramente nós esperamos entre 9 e 10 mil corintianos que viajarão do Brasil para o Japão. E lá tem muito corintiano, a comunidade brasileira é grande no Japão, e esse número poderá aumentar', ressaltou Gobbi, que também evitou comemorar o fato de o Corinthians ter escapado de um possível confronto com o Monterrey, do México, na semifinal do Mundial.

Sorteio realizado na sede da Fifa, na última segunda-feira, determinou que o time corintiano irá estrear no Mundial contra o ganhador do confronto entre um representante da África e o vencedor da partida entre o Auckland City, da Nova Zelândia, e o campeão japonês.

'É difícil falar agora sobre o sorteio, pois do que adianta escapar dos mexicanos e depois sermos atropelados por outro time?', questionou Gobbi, sem citar exemplos, mas em uma clara referência ao que aconteceu com o Internacional em 2010, quando o time gaúcho foi surpreendido pelo Mazembe, da África, na semifinal do Mundial.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes
  • Luidy foi nomeado o melhor jogador do estado de Alagoas em 2016

    Reforço do Corinthians é eleito melhor jogador do ano em AL

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes