De olho no Chelsea, Guerrero avisa: 'Não temos que temer ninguém'

De olho no Chelsea, Guerrero avisa: 'Não temos que temer ninguém'

Com um português tímido, o atacante Paolo Guerrero demonstrou muita confiança na conquista do Mundial de Clubes, no fim do ano. Ciente que é preciso adquirir ritmo de jogo para chegar entrosado e 'voando' na disputa do torneio no Japão, o peruano analisou o chaveamento da competição que deixou o Timão com chances de enfrentar o campeão africano, japonês ou o Auckland City, da Nova Zelândia, na semifinal da competição.

'O Corinthians é um time grande. Pode pegar qualquer time. Temos um bom grupo, de muita qualidade. Não temos que temer ninguém', comentou o atacante, que esboçou palavras em português durante a sua entrevista coletiva. 'Faço curso de português todos os dias com meus companheiros de time. Pratico muito e escuto muita musica brasileira', revelou Guerrero, que é fã de sertanejo e pagode.

Confirmado contra o Sport e Náutico, Guerrero, porém, perderá ritmo de jogo e entrosamento pelo Corinthians para defender a seleção peruanoa nos jogos contra a Bolívia e Paraguai, no dias 12 e 16 de outubro, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2014. Por tal, ele desfalcará o Timão nos jogos contra o Flamengo, Portuguesa e Cruzeiro.

Eu quero sempre jogar futebol pelo Corinthians e pela Seleção. Quando venho tem data Fifa não tem como jogar pelo Corinthians, tenho que jogar pela minha seleção. Não tem como fazer nada. Futebol é assim', salientou o atacante, que garante não pensar no Mundial no momento e estar focado na disputa do Brasileirão.

Agora tem muitos jogos importantes que podem servir de preparação para o Mundial. Podemos conseguir muitos pontos e conseguir em uma posição melhor que agora', disse Guerrero, que tem sete jogos com a camisa corintiana e apenas um gol. 'Espero que seja o primeiro de muitos', finalizou.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes