Amigo de todo mundo, Martínez recebe elogios no Corinthians

Amigo de todo mundo, Martínez recebe elogios no Corinthians

Martínez é uma das opções ofensivas de Tite no Corinthians

Martínez é uma das opções ofensivas de Tite no Corinthians

Foto: Renato Cordeiro

O alto astral de Martínez reflete em todo o grupo corintiano. O estereótipo de argentino carrancudo não se encaixa ao boa gente atacante do Timão. Sempre alegre, de bom humor e amigo de todos no elenco, apesar de pouco mais de dois meses no clube, o ‘Burrito’ caiu nas graças dos companheiros pelo seu jeitão amigo, com um estilo bem ‘malandro’.

'Ele entende tudo que falamos e fala bastante. Tem toda a malandragem argentina. Fica querendo mudar o horário do treino. Já avisamos ele que aqui não é igual a Argentina, que tem greve toda hora', brinca Fábio Santos sobre o jeito do hermano.

E todo sorriso no rosto do camisa 7 tem um motivo especial: ganhou moral com Tite e deixou uma boa dor de cabeça para ser titular. Além de estar de bem com a vida com o Alejandro Sabella, técnico da Argentina, depois de marcar um gol sobre o Brasil no primeiro jogo do Superclássico da Américas.

'O Martínez é um cara muito boa gente. Ele deixa o grupo alegre com seu jeito. Isso é bom para a gente', disse o meia Danilo.

'Ele se encaixou rapidamente no grupo e se adaptou', emendou o diretor adjunto de futebol, Duílio Monteiro Alves.

Nem mesmo a perda de posição no time titular o abateu. Depois de iniciar entre os titulares no empate contra o Botafogo, ele voltou aos reservas no treino desta quinta-feira. Mesmo assim foi o destaque da atividade: marcou dois gols em um coletivo e garantiu a vitória do time dos suplentes.

'O Martínez é um cara que se entrosou rapidamente com a gente. Tem muita qualidade e vai nos ajudar muito. Ele quer sempre brincar com os outros, mas é argentino, tem que ficar quieto para os brasileiros (risos)', cutuca o volante Ralf.

Com moral entre os companheiros, Martínez precisa ainda convecer de vez Tite a colocá-lo mais vezes na equipe principal. E fazer gols, como o que fez sobre o Santos, na Vila Belmiro, pode ser seu trunfo para cair nas graças da Fiel. Raça, disposição, carisma e bom futebol o ‘amigão da galera’ já tem. Precisa reverter todas essas qualidades para dentro de campo. O tempo dirá se toda sua alegria será transmitida para a Fiel.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Corinthians/Americana pode não voltar a quadra no segundo semestre

    Campeão nacional, Corinthians/Americana chega ao fim, diz jornal

    ver detalhes
  • De promessa a dispensado: ex-Corinthians, Cassini comunica saída da Ponte Preta

    De promessa a dispensado: ex-Corinthians, Cassini comunica saída da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Cicinho, hoje no futebol búlgaro, deve pintar como reforço do Corinthians

    Final da Copa da Bulgária separa Corinthians de segunda contratação para o Brasileirão-2017

    ver detalhes
  • Pequeno torcedor conheceu também o xeque Al-Khelaifi, dono do clube francês

    Em Paris, torcedor-mirim surpreende xeique do PSG e pede contratação de atacante do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes