Recebendo comissão, Globo aceitará naming rights de estádios em 2013

Recebendo comissão, Globo aceitará naming rights de estádios em 2013

A Globo aposta na reestruturação dos estádios brasileiros para a Copa do Mundo de 2014 para ampliar os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro até 2017. A emissora carioca divulgou nesta quinta-feira que começará a anunciar os naming rights dos campos a partir do ano que vem.

Obviamente, a Toda Poderosa não tomará essa medida de boa vontade e cobrará uma comissão sobre o que os times receberem na negociação dos nomes de suas arenas. Um dos diretores da Globo Esportes, Marcelo Campos Pinto, afirmou que as diretrizes do negócio ainda não foram definidas e que a emissora ficará com uma pequena parte no acordo.

Ferramenta de marketing, os naming rights são uma interessante alternativa para aumentar a arrecadação dos clubes brasileiros. Muito comum na Europa, os times costumam faturar até R$ 400 milhões por grandes períodos para dar às empresas o nome ao estádios.

No Brasil são caros os casos de naming rights. Entre 2005 e 2008, o Atlético-PR vendeu o direito a fabricante de celular Kyocera, rebatizando a Arena da Baixada de Kyocera Arena. Durante o período, porém, nenhuma emissora de televisão pronunciou o nome.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Desfalque diante do Vitória, Pablo está recuperado e deve viajar a Goiânia

    Treino do Corinthians tem rachão com 'morte súbita', 'desafio' a Clayson e disputa de pênaltis

    ver detalhes
  • Roberto (à esq.) está pessimista por negócio com Cicinho

    Roberto de Andrade esclarece especulações, vê Cicinho distante e abre o jogo sobre Nenê

    ver detalhes
  • Nenê foi oferecido nos últimos dias para a diretoria do Corinthians

    Nenê é oferecido ao Corinthians; até troca com dois jogadores alvinegros é sugerida

    ver detalhes
  • Desde agosto no Leganés, Luciano atuou em 27 jogos e marcou quatro gols, um deles sobre o Real Madrd

    Com sondagens de México e Turquia, corinthiano Luciano tem semana decisiva na Espanha

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes