Flu se espelha no Corinthians, nega 'obsessão' e mantém base campeã por Libertadores

Flu se espelha no Corinthians, nega 'obsessão' e mantém base campeã por Libertadores

Flu se espelha no Corinthians, nega 'obsessão' e mantém base campeã por Libertadores

Flu se espelha no Corinthians, nega 'obsessão' e mantém base campeã por Libertadores

Por Renan Rodrigues
Do UOL, no Rio de Janeiro

O Fluminense já definiu um exemplo a seguir em busca do inédito título da Copa Libertadores na próxima temporada. O planejamento da equipe das Laranjeiras para 2013 tem revelado semelhanças com o projeto do Corinthians, justamente a equipe campeã brasileira em 2011 e que conquistou o torneio sul-americano pela primeira vez neste ano. Manter a base que faturou o nacional, ter jogadores que já levantaram títulos internacionais e rejeitar o rótulo de 'obsessão' à Libertadores são algumas medidas tomadas pelos dois clubes.

Assim como o Corinthians, que tinha os meias Danilo e Alex, e o lateral esquerdo Fábio Santos, campeões da Libertadores no elenco, o Fluminense também aposta em atletas com experiência na competição. Edinho e Rafael Sobis levantaram o troféu pelo Internacional, assim como o próprio técnico Abel Braga. Os meias Thiago Neves e Wagner chegaram perto. O primeiro foi vice-campeão pelo próprio time das Laranjeiras, em 2008, enquanto o camisa 19 perdeu na decisão um ano depois, para o Estudiantes, quando defendia o Cruzeiro.

A principal semelhança, porém, tem sido vista nas declarações. Após a conquista do título brasileiro, os dirigentes da equipe carioca evitaram colocar mais peso na competição, tática utilizada pelo cartolas corintianos, que desde a eliminação para o Tolima, em 2011, mantiveram o técnico Tite e trataram a Libertadores como apenas 'mais uma competição'.

'Prioridade é sempre o próximo campeonato, principalmente em clube grande. Se todos que entrarem na Libertadores abdicarem de outros quer dizer que terão êxito? Não. Só um pode ganhar. Vamos nos planejar para isso e esperamos que tenha êxito. Mas as outras competições não perdem em importância, porque temos um bom elenco', disse o dirigente na última sexta, em entrevista à Rádio Brasil.

Base mantida

Ao contrário dos últimos anos, quando fez contratações de maior impacto, o Fluminense deve se reforçar pontualmente para a próxima temporada. O principal objetivo da diretoria era manter a base campeã brasileira. Com a venda do lateral direito Wallace para o Chelsea por R$ 15 milhões, nomes como Wellington Nem e Jean, cobiçados por times estrangeiros, estão garantidos na competição. O próprio Wallace só irá para a Inglaterra após o torneio continental.

A tática também foi usada pelo Corinthians após o título do Brasileirão de 2011. Os volantes Ralf e Paulinho foram mantidos, apesar do assédio de clubes da Europa. A única contratação para a equipe titular foi do goleiro Cássio, que ganhou a vaga de Júlio César. A preparação do Fluminense será em Atibaia, no interior de São Paulo. A equipe carioca usará reservas no começo do Campeonato Carioca para dar mais tempo de pré-temporada aos titulares.

Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes