Marin não será mais chefe de delegação do Corinthians no Mundial

Marin não será mais chefe de delegação do Corinthians no Mundial

496 visualizações 14 comentários Comunicar erro

Marin não será mais chefe de delegação do Corinthians no Mundial

Marin não será mais chefe de delegação do Corinthians no Mundial

O presidente da CBF, José Maria Marin, enviou, nesta quinta-feira, uma carta ao Corinthians pedindo para não ir ao Mundial de Clubes no Japão. O dirigente foi convidado pelo clube para ser chefe de delegação no torneio. O cartola explicou no ofício que foi chamado pela Fifa para integrar a delegação da entidade

Sem Marin, o Corinthians não terá um chefe de delegação no torneio. O clube tentou levar primeiro o ex-presidente Lula, torcedor corintiano, para a função. O ex-presidente, porém, disse que não poderia e Marin foi chamado.

O anúncio de que o presidente da CBF não irá na delegação do Corinthians acontece um dia depois do ex-presidente do clube, Andrés Sanchez, pedir demissão da entidade máxima do futebol brasileiro. O ex-diretor de seleções saiu da entidade incomodado com a demissão de Mano Menezes. Ele tampouco foi consultado sobre a contratação de Luiz Felipe Scolari. Sanchez irá ao Japão, mas sem exercer nenhum cargo. 

Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Clayson, assim como Felipe Melo, foi punido pelo TJD nesta segunda-feira

    Corinthiano Clayson leva gancho de quatro jogos por confusão com Felipe Melo, do Palmeiras

    ver detalhes
  • Juiz voltou atrás após marcar pênalti de Ralf, que tocou só bola

    Tribunal arquiva inquérito que apurava possível interferência externa em Corinthians x Palmeiras

    ver detalhes
  • Lateral-esquerdo Carlos foi convocado para a Seleção Brasileira Sub-20

    Lateral do Corinthians é convocado para treinos com a Seleção Brasileira Sub-20

    ver detalhes
  • O atacante Emerson Sheik voltou a campo no CT Joaquim Grava nesta segunda-feira

    Com retorno de Sheik, Corinthians se reapresenta no CT após goleada no Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes