Corinthians treina pela manhã e a terra treme no início da noite no Japão

Corinthians treina pela manhã e a terra treme no início da noite no Japão

Alerta de Tsunami no Japão

Alerta de Tsunami no Japão

Direto de Nagoya, Japão
Texto e fotos: @fabiolucasneves




A 'capital' da República Popular do Corinthians nessa primeira fase do Mundial é Nagoya, a quarta maior cidade do Japão, com mais de dois milhões de habitantes.
Em um Shinkansen (trem-bala), a viagem até Tóquio dura uma hora e meia.



O Timão também recebeu as boas-vindas em Kariya, nos arredores da metrópole. O Wave Stadium foi escolhido pela comissão técnica para receber o primeiro treino da equipe em solo nipônico. A temperatura não passou dos 10 graus.



Para chegar até lá, os jornalistas brasileiros escalados para a cobertura do Mundial pegaram o metrô, sempre limpo, organizado e... silencioso. Dificilmente, o japonês conversa dentro do vagão para não perturbar quem está ao lado.



Repare que na alça de apoio há um sinal que deixa claro: É PROIBIDO FALAR AO TELEFONE! Mas o Marco Bello, da Rádio Transamérica, estava ao vivo na emissora e...



O Corinthians atraiu a atenção da imprensa local, que acompanhou a atividade. Em pequeno número, é verdade. O profissional da direita usa uma máscara por estar gripado ou com tosse, algo muito comum no Japão. Trata-se de uma lição de cidadania e respeito ao próximo.



E é claro que repórteres conhecidos da TV brasileira deram o ar da graça. Fernando Fernandes, da TV Bandeirantes, estava em busca da palavra certa para 'fechar o texto', como se diz no jargão jornalístico. Esse baixinho tem um currículo gigantesco.


O mineiro Renato Peters, da TV Globo, usou a Cafusa para gravar a 'passagem'. A bola da Copa das Confederações de 2013 será testada no Mundial.



Aliás, o Corinthians carrega nas costas o peso de algumas milhões de bolas. A Fiel aguarda o título com ansiedade.


Tite e seus comandados conhecem a importância de retribuir o esforço de milhares de torcedores, que atravessaram o mundo para ensaiar uma 'invasão', além da confiança dos milhões, milhões e milhões que ficaram no Brasil.



Cercado de cuidados especiais, Guerrero fará o malabarismo que for preciso para ajudar o time paulista na competição. Aliás, o peruano se recupera bem da contusão sofrida no joelho.



Na terra em que o sol nasce, o Corinthians quer afastar os problemas e deixar o tempo aberto para brilhar.

Curiosidades


No metrô de Kariya, percebe-se a importância da bicicleta na vida do japonês. O cidadão usa a 'magrela' para sair de casa até a estação e a deixa em um lugar determinado antes de usar o transporte púbico até o trabalho. No retorno, basta pedalar de volta à residência. Detalhe: não há cadeados para evitar eventuais furtos nesse estacionamento.



Saudações à simpática taxista que não cobrou a corrida hoje por ter errado na devolução do troco. A correção do povo japonês é de embasbacar.



Logo depois do treino do Corinthians, na tentativa de voltar a Nagoya de metrô, demoramos alguns quilômetros para perceber que havíamos tomado o vagão errado. Tenho interesse em conhecer o interior do Japão, mas hoje não...



Um exemplar gigante da Cafusa, bola do Mundial de Clubes e da Copa das Confederações de 2013, está exposta em Nagoya. É a única referência do campeonato que o Corinthians participará nas ruas da cidade.



Por sinal, o jornal de esportes daqui traz na capa mesa-tenistas, felizes com algo que não fui capaz de decifrar (você conseguiria?). O palmeirense Hugo Hoyama ficaria orgulhoso...



E lá se vai mais um dia na vida do Corinthians no Japão. A coisa está esquentando... Até um leve tremor de terra foi sentido em Nagoya. Nada demais aqui. Mas, em outras áreas do Japão, há risco de algo sério acontecer.

PS. Foi a sensação mais estranha que tive na vida.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Romero será um dos titulares na última partida do ano

    Libertadores, vingança e tributo: Corinthians encara Cruzeiro neste domingo

    ver detalhes
  • Patch de homenagem a Chapecoense na camisa do Corinthians

    Veja imagens da camisa do Corinthians com o patch da homenagem a Chapecoense

    ver detalhes
  • Marinho vem sendo pedido por torcedores do Corinthians para 2017

    Pedido pela torcida do Corinthians, Marinho admite deixar Vitória em 2017

    ver detalhes
  • Simi passou sete anos no Corinthians

    Simi reclama de saída do Corinthians e projeta 'final às avessas' da LNF no Parque São Jorge

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes