As aflições de Paulo André até a disputa do Mundial de Clubes

As aflições de Paulo André até a disputa do Mundial de Clubes

Paulo André passou por muitas aflições na carreira até chegar ao Mundial de Clubes da Fifa. Por tal, nada o causará temor neste momento, na disputa do torneio no Japão, pela bagagem em seu currículo e os obstáculos que enfrentou ao longo da vida. A afirmação do experiente defensor saiu, com o olhar marejado e a voz embargada,  logo após revelar, em um bate-papo exclusivo com o  MARCA BRASIL, uma grande frustração que precisou enfrentar.

Em 2006, então com 23 anos, Paulo André passou por uma tremenda depressão e imaginou que sua carreira havia terminado pela seguidas lesões que sofreu. 'Tinha certeza em 2006 para 2007 que tinha parado de jogar. Tinha certeza! Sentia-me um aposentado, entrei em depressão. Não conseguia nem subir e descer escadas depois de três cirurgias. Nesses momentos todo mundo desaparece, ninguém te estende a mão. Fiquei com a família. Só que mudei muito enquanto ser humano.  A dor, a dificuldade e a impossibilidade que estava sentindo naquele momento não condiziam com meu histórico', contou.  

Confira a entrevista na íntegra: 

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • É clássico! Corinthians enfrenta o São Paulo no Morumbi em mais um desafio pelo Paulista

    É clássico! Corinthians enfrenta o São Paulo no Morumbi em mais um desafio pelo Paulista

    ver detalhes
  • Pedrinho está mantido na equipe para o confronto com o São Paulo

    Corinthians divulga escalação com mudanças para clássico no Morumbi

    ver detalhes
  • Com ídolos como Vampeta e Marcelinho Carioca, Corinthians foi campeão mundial em 2000

    Em parabéns a Vampeta, FIFA reafirma: Mundial de clubes só começou em 2000

    ver detalhes
  • Auricchio (à dir.) passou a integrar diretoria da base do Corinthians

    Corinthians nomeia ex-diretor de futebol para cargo na base

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes