Galvão entrega choro de Casagrande e transforma estádio japonês em Pacaembu

Galvão entrega choro de Casagrande e transforma estádio japonês em Pacaembu



Com sua empolgação que já lhe é costumeira, Galvão Bueno vestiu a camisa do Corinthians para a transmissão da estreia do time no Mundial de Clubes contra o Al Ahly, do Egito. Ele se mostrava nitidamente entusiasmado com os torcedores que cantavam nas arquibancadas do estádio em Toyota.

Mas a emoção foi ainda maior para outro membro da equipe da TV Globo que está no Japão. Durante a apresentação das equipes no campo, o narrador entregou que o comentarista Casagrande estava chorando com a entrada do time do Corinthians.

'Gente, preciso parar aqui e falar. Vejo lágrimas nos olhos do Casagrande', disse Galvão.

'Ah, Galvão. Estou bastante feliz, bastante ansioso para esse momento. Esperamos muito tempo, então hoje em posso torcer um pouquinho também', retrucou o comentarista com a voz muito embargada pelas lágrimas.

Bueno também aproveitou para exaltar muito a torcida corintiana nos primeiros minutos de jogo. Para ele, o time alvinegro estava se sentindo como se jogasse no estádio do Pacaembu. 'É como se o Corinthians estivesse jogando em casa. Ouça esse som. A torcida deita e rola e comanda o estádio aqui no Japão', completou.

O segundo tempo ficou marcado pelo sufoco que o Corinthians levou do time egípcio. Não faltaram seus bordões clássicos para esses momentos, como 'está dramático o jogo?, 'haja coração', 'é teste para cardíaco' e, no último lance, um bom e velho 'sai que é tua, Cássio?, relembrando os bons momentos de Tafarel.

Pérolas de Galvão Bueno

'Podemos ter um final contra o Monterrey, Casão'
- secando o Chelsea na outra semifinal

'Espero que ele tenha melhorado, Arnaldo, porque ele já fez muita lambança no futebol?
- cornetando o árbitro mexicano Marco Rodríguez

'Quando a bola entra, ela faz um PIIIII'
- explicando o novo recurso eletrônico no gol

'É a hora de colocar a bola debaixo do braço'
- usando uma metáfora do basquete

'Quareeeeeeeenta e nove minutos'
- estava acabando o jogo, Galvão

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    ver detalhes
  • Clayson comemora gol sobre o São Paulo, o primeiro dele pelo Timão

    Na raça! Clayson decide, Corinthians empata no Morumbi e mantém invencibilidade contra rival

    ver detalhes
  • Clayson assegurou empate fora de casa ao Timão

    Cássio brilha, mas reserva é eleito o melhor do Corinthians no clássico; Jadson destoa

    ver detalhes
  • São Paulo e Corinthians empataram por 1 a 1 no Morumbi

    Comentarista de rádio chama jogadores do Corinthians de delinquentes; clube responde

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes