As virtudes e qualidades do "herói" Cássio

As virtudes e qualidades do "herói" Cássio

O novo herói corintiano tem o perfil de um típico sofredor alvinegro. Simples, batalhador e, agora, dono do mundo! O goleiro Cássio conquistou a Fiel por suas incríveis defesas (não há como não remeter-se aos lances do duelo contra o Diego Souza e a espalmada, de mão trocada, no chute do Moses, do Chelsea), mas a personalidade do camisa 12 é ainda mais marcante e encantadora para os devotos do Timão. 

Humilde, ele não se considera o melhor goleiro da história do clube pelas recentes conquistas. 'Não (sou o melhor da história do Corinthians), estou no começo. Tenho o objetivo de ser e ficar marcado na história. Consegui dois títulos importantes, mas ainda tenho um longo caminho a percorrer. Tem dois goleiros que foram ótimos aqui, o Ronaldo e o Dida. Tenho de ganhar mais títulos, que não ganhei, o Brasileiro, Paulista, sempre disputar a Libertadores', disse Cássio, que fora lavador de carros na infância.

O MARCA BRASIL traçou o perfil do jogador de 24 anos, natural de Veranópolis, no Rio Grande do Sul, que teve uma estrela muito iluminada no ano de 2012, foi batalhador, agarrou as oportunidades e não deixou com que a fama mudasse sua personalidade. 

Batalhador

Podia fazer chuva ou muito sol lá estava Cássio no CT Joaquim Grava para treinar. E não importava se era folga da delegação corintiana. Todos os dias o goleiro foi ao clube para fazer sua habitual corrida em volta dos gramados. Por mais de uma hora ele corria, sozinho com fone de ouvido, para manter a forma física. E ainda quanto tinha algum preparador de goleiros no clube ele pedia treinos extra. 

Apegado às tradições gaúchas e caseiro

Nascido em Veranópolis, pequena cidade do Rio Grande do Sul, Cássio mantém às tradições gaúchas, como chimarrão e churrasco. Ele, pelo menos duas vezes por semana, vai à algum restaurante que tem como especialidade carne. Este é o principal lazer do camisa 12 corintiano que não gosta de sair para balada ou bares. Prefere curtir a família em casa. 

Logo depois da conquista da Taça Libertadores, Cássio foi com a reportagem do MARCA BRASIL, a uma churrascaria argentina e apreciou seu prato principal. 'Carne e chimarrão são os meus amores. Sou gaúcho de origem e amo minha cultura.'

Preparado para agarrar as oportunidades e concentrado em decisões

O lema 'preparado para agarrar a chance' do técnico Tite foi incorporado pelo goleio corintiano. Quando foi preciso, ele não deixou o Corinthians na mão. Após a derrota do clube nas quartas de final do Paulistão para a Ponte Preta por 3 a 2, o técnico alvinegro decidiu trocar o goleiro do time, por conta dos seguidos erros de Júlio César, e optou por Cássio. O camisa 12 agarrou a chance e foi muito bem diante do Emelec-EQU, nas oitavas de final da Libertadores. Depois, pela sua segurança e regularidade, virou titular inquestionável do time. E mais...

...Cássio cresce em partidas decisivas. Seu poder de concentração é elogiado por todos no Corinthians. Ele não sente a pressão de atuar em grandes partidas. Diante do Vasco, nas quartas de final da Libertadores, foi o homem determinante para o time conseguir avançar à próxima fase. Depois, também manteve a regularidade nas finais. E exemplo máximo foi a atuação diante do Chelsea, no último domingo. A consagração do 'herói' corintiano.

Rockeiro

Enquanto seus companheiros de clube gostam de ouvir pagode, samba e sertanejo, Cássio mantém um gosto musical completamente diferente do habitual boleiro. Ele é fã de bandas de rock e 'heavy metal'. A banda preferida do goleiro é a australiana 'AC/DC'.

Sonho de ser o titular na Copa do Mundo de 2014 e retonar à Europa

Mesmo que de forma tímida, para não demonstrar soberba, Cássio revela seu desejo de ser o camisa 1 da seleção brasileira na Copa do Mundo. Ele, em entrevista à reportagem, contou que sabe que tem potencial para atingir o feito, entretanto, sabe que precisa evoluir muito para sempre permanecer no topo. 'Quero jogar a Copa do Brasil e sei que posso conseguir. Vou trabalhar muito para isso', disse o goleiro. 

E durante o bate-papo com o MARCA BRASIL, ele revelou que tem desejo de retornar à Europa, entretanto, para um grande clube do cenário mundial. Com experiência de atuar no PSV, da Holanda, Cássio disse que tomará cuidado na sua escolha, o que, de acordo com ele, não deve acontecer em breve. 'Quero um dia voltar a jogar na Europa, como todos jogadores, mas tomarei muito cuidado. Dessa vez quero ir para jogar e para um grande clube', disse.  

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes