Corinthians reduz festa, mas empolga torcida em desfile

Corinthians reduz festa, mas empolga torcida em desfile

Corinthians reduz festa, mas empolga torcida em desfile

Corinthians reduz festa, mas empolga torcida em desfile

A redução no trajeto da carreata do Corinthians em carro aberto para celebrar a conquista do título do Mundial de Clubes, realizado no Japão, não diminuiu a empolgação dos torcedores. Por isso, os jogadores fizeram questão de agradecer o carinho recebido nesta terça-feira nas ruas de São Paulo.


'Só quero agradecer. O amor do torcedor ao Corinthians é infinito, incrível. Estou muito feliz, nenhum jogador vai passar por isso que estamos passando hoje. É muita alegria', afirmou o zagueiro Chicão, em entrevista à TV Globo. 'Agora caiu a ficha. Muita gente não veio por causa da Série B (em 2008). Eu vim e agora estou sendo recompensado', completou.

A festa do Corinthians pela conquista do título do Mundial foi menor do que a programação original. O clube decidiu não ir até a Prefeitura de São Paulo, onde a delegação seria recebida pelo mandatário Gilberto Kassab, e também cancelou a comemoração no CT do clube, além de ter reduzido o trajeto pelas ruas de São Paulo.

Assim, a comemoração, que contou com a presença do cantor Thiaguinho no trio elétrico, foi iniciada na avenida Tiradentes, seguiu pela avenida Santos Dumont, com o ponto final sendo na praça Campos de Bagatelle. Durante todo o trajeto, os jogadores foram celebrados pelo torcedor corintiano que tomou conta das ruas.

'Eu sabia antes do Mundial que eu tinha que dar a minha vida no Japão, porque era tanto corintiano merecendo esse título, que não poderia ser diferente, porque essa torcida merece', declarou o meia Danilo.

O cansaço dos jogadores foi um dos motivos que provocou a diminuição do trajeto da comemoração corintiana, como reconheceu o atacante Emerson. 'No avião tínhamos comentado que queríamos ir logo para casa, mas seria injusto porque a galera toda veio nos ver. vamos curtir o momento porque é especial para todos ficar tão perto deles', afirmou.

Emerson garantiu que o esforço feito pelos torcedores para ir ao Japão comoveu os jogadores e serviu como incentivo para a disputa do Mundial. 'Antes, tinham muitos comentários dos torcedores que vendiam tudo para ir ao Japão e nós conversamos muito sobre isso. O mínimo que tínhamos que fazer era ter dedicação, afinco e fazer de tudo pelo título. Agora é justo dividir essa alegria com eles', comentou.

O lateral-esquerdo Fábio Santos avaliou que a festa serviu para que os jogadores matassem a saudade do torcedor, mesmo com a 'invasão' promovida por eles no Japão. 'Estávamos com saudades, apesar de todo o esforço que fizeram para ir até lá', disse.

'A emoção é demais, fizemos muito sacrifício, mas ver essa recepção não tem preço é muito bom proporcionar essa alegria para eles', completou.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Jô, pivô de polêmica nesta semana, está confirmado ante os argentinos

    Em treino na Argentina, Carille 'dribla' falta de energia e ensaia Corinthians com três mudanças

    ver detalhes
  • Carille conduziu trabalho do Timão no estádio Presidente Perón

    Carille explica mudanças no Corinthians e pede 'jogo inteligente' por vaga

    ver detalhes
  • Jô falou com a imprensa nesta terça-feira já na Argentina

    Jô admite toque no braço, nega trapaça e abre o jogo sobre polêmica no Corinthians

    ver detalhes
  • Apresentadora Renata Fan fez analogia infeliz com polêmica envolvendo Jô

    Renata Fan compara Jô a 'ladrão' e revolta torcida do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes