Sheik agradece a torcida corintiana pela recepção na chegada a São Paulo

Sheik agradece a torcida corintiana pela recepção na chegada a São Paulo

Sheik, ao lado do Jorge Henrique, ergue a taça do Mundial. Foto: Douglas Aby Saber / Agência O Dia

Sheik, ao lado do Jorge Henrique, ergue a taça do Mundial. Foto: Douglas Aby Saber / Agência O Dia

Ídolo da Fiel corintiana, o atacante Emerson ficou impressionado com a calorosa recepção da delegação a São Paulo e durante o desfile pelas ruas da cidade. Sheik fez questão de retribuir e agradecer todo o empenho dos 'fiéis' pelo apoio ao time campeão mundial de 2012. 

'É difícil um ídolo, uma pessoa pública descer (do trio elétrico) e agradecer cada um. É impossível isso. A nossa gratidão é muita, por todo o reconhecimento, muito obrigado. A conquista do Corinthians, ele fazem parte. Obrigado por tudo. Por eu vestir essa camisa, porque ela é muito grande. Agora conseguimos ter a dimensão o que é o Corinthians', disse o atacante à 'Sportv'.

Determinante na conquista da Taça Libertadores e campeão nacional e mundial pelo Corinthians, Emerson salientou que a dedicação da torcida para ir ao Japão, local da disputa do torneio Mundial de Clubes da Fifa, alavancou ainda mais a motivação do grupo. 

'Eu acho que foi muito comentado o que os torcedores estavam fazendo para poder viajar e a gente falou muito disso no Japão. O mínimo que poderíamos fazer é nos dedicar, ter afinco e, diante disso, veio o título. Acho justo dividir essa alegria com eles', destacou o Sheik, que preferiu não polemizar quando questionado para afirmar se torcida corintiana é melhor que as de outros clubes que passou, como Flamengo e Fluminense. Ele, porém, disse que a Fiel faz é impressionante.

'Seria injusto com outros clubes que joguei (comparar), que têm torcidas lindas, mas o que o corintiano faz não (não tem igual)', disse Sheik, que, por fim, destacou que os jogadores  precisaram dar um gás a mais para agradecer a Fiel. 

'No avião tínhamos comentado de ficarmos uma ou duas horas e ir para casa, mas seria injusto. A galera toda está aqui, vamos curtir o momento especial, porque garanto que é especial para eles também', finalizou. 

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Nenê foi oferecido nos últimos dias para a diretoria do Corinthians

    Nenê é oferecido ao Corinthians; até troca com dois jogadores alvinegros é sugerida

    ver detalhes
  • Zagueiro tem 29 jogos pelo Corinthians: 14 vitórias, dez empates e apenas cinco derrotas

    Novo titular, Pedro Henrique 'perdoa' Guerrero e fala grosso: 'Corinthians briga para ser campeão'

    ver detalhes
  • Mendoza e Bruno Paulo não jogaram nenhuma partida oficial pelo Corinthians em 2017

    Por que Marciel, Mendoza e Bruno Paulo estão sumidos no Corinthians? Carille responde

    ver detalhes
  • Corinthians de Carille pode ter novidades no setor defensivo nas próximas semanas

    Carille vê Pablo próximo do 'fico', teme perder Balbuena e projeta novo zagueiro no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes