Diretor do Corinthians critica Martinez e clube exige R$ 12 milhões para negociá-lo

Diretor do Corinthians critica Martinez e clube exige R$ 12 milhões para negociá-lo

Diretor do Corinthians critica Martinez e clube exige R$ 12 milhões para negociá-lo

Diretor do Corinthians critica Martinez e clube exige R$ 12 milhões para negociá-lo

Próximo de um acerto com Alexandre Pato, o Corinthians pode se desfazer do argentino Juan Martinez, insatisfeito com a reserva da equipe na parte final da temporada 2012, especialmente no Mundial de Clubes. E o ambiente para que o jogador deixe o clube já começa até a ser preparado. Nesta sexta-feira, o diretor Roberto de Andrade mostrou-se irritado com declarações que o atacante e seu pai deram.

'O Martinez quer ser titular pelo microfone das rádios. E não vai ser. Se ele não ganhar a posição no campo, não vai ser. Se alguém quiser levá-lo, não vamos segurar ninguém. É só pagar a parte dos direitos que temos', afirmou Andrade, em entrevista à Rádio Globo.

O Corinthians aceitaria negociar o argentino desde que receba aproximadamente R$ 12,1 milhões. Recentemente, ele chegou a ser sondado por clubes de seu país, como o Boca Juniors e o Velez Sarsfield. Ambos, no entanto, desistiram da negociação quando ficaram cientes dos altos valores que envolvem a transação e até mesmo do salário que Martinez recebe no atual campeão mundial.

A primeira prova da insatisfação do jogador com a reserva foi dada ainda em novembro, durante uma entrevista coletiva no CT Joaquim Grava. Na época, ele declarou que poderia deixar o clube em 2013 caso não começasse a ser mais utilizado. O argumento utilizado por ele é que a reserva no Corinthians poderia fazer com que ele ficasse 'esquecido' em futuras convocações para a seleção de seu país.

A declaração causou mau-estar entre a diretoria alvinegra, que se irritou com a postura do atacante. A alta cúpula entende que, ao invés de dar entrevistas e pedir para ser titular, o atacante tem que mostrar serviço dentro de campo, esforçando-se nos treinamentos e tendo boas atuações nas partidas.

'Eu gosto muito dele, mas ele ainda é reserva no Corinthians e primeiro tem que conquistar a vaga no time para mostrar que é um grande jogador e depois ser convocado. Não vai ser no microfone. Ele sabe como funciona com o Tite. Vai jogar quem estiver melhor', completou Roberto de Andrade.

O dirigente confirmou que houve o contato do Boca, mas a conversa não andou pois a equipe só aceita negociar o atacante em definitivo, para conseguir recuperar o dinheiro que investiu em sua contratação. Os argentinos, porém, o queriam por empréstimo. O clube é dono de 75% dos direitos federativos de Martinez e pede os R$ 12,1 milhões por essa 'fatia' do atleta.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Dudu revelou que jogadores do Palmeiras tinham conhecimento de confusão feita pelo árbitro no clássico

    Atacante palmeirense diz por que não avisou árbitro de erro em expulsão de Gabriel

    ver detalhes
  • Jadson treinou nesta quinta-feira e não será problema para final no Moisés Lucarelli

    Jadson volta, e Carille ensaia escalação do Corinthians para primeira decisão do Paulista

    ver detalhes
  • Fiel esgotou bilhetes colocados à venda no Fiel Torcedor

    Em menos de uma hora, torcida do Corinthians esgota ingressos para decisão do Paulista

    ver detalhes
  • Estreia da camisa preta será neste domingo, contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli

    Corinthians define data de estreia do novo uniforme reserva

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes