Timão estima receita de até R$ 330 milhões em 2013 e deve seguir com a maior arrecadação do país

Timão estima receita de até R$ 330 milhões em 2013 e deve seguir com a maior arrecadação do país

Pato deve ajudar nas receitas do Corinthians

Pato deve ajudar nas receitas do Corinthians

Foto: AFP PHOTO/LLUIS GENE

A diretoria do Corinthians estima que o balanço de 2012 mostrará uma receita entre R$ 320 milhões e R$ 330 milhões. A expectativa da cúpula do clube é de que o documento esteja pronto em fevereiro, mas o departamento financeiro já detalhou boa parte dos números.

Confirmado esse valor, o Corinthians terá obtido um crescimento na sua renda pouco acima de 10% em relação aos seus ganhos de 2011, que ficaram em R$ 290,5 milhões. Ou seja, há um aumento real considerando que a inflação do ano girou em torno de 6% dependendo do índice utilizado.

om esse resultado, é provável que o clube de Parque São Jorge se mantenha como o time de maior arrecadação do futebol brasileiro, como ocorreu em 2011. Afinal, naquele ano, os corintianos já tinham superado o São Paulo por larga vantagem e ficaram no patamar dos ganhos da CBF.

No caso do ano passado, o resultado final foi influenciado pelo Mundial de Clubes. Só a premiação da Fifa gerou US$ 5,5 milhões (R$ 10,5 milhões) e também foi assinado um contrato de patrocínio com a Caixa Econômica, que proporcionou mais R$ 1 milhão.

Até setembro de 2012, o Corinthians tinha arrecadado R$ 267,24 milhões, considerando o futebol e o esporte amador. A maior renda foi gerada pela televisão, com R$ 130 milhões. Enquanto isso, a receita de patrocínio estava mais baixa do que no ano anterior porque o clube não fechou um parceiro fixo.

A perspectiva para 2013 é positiva e indica novo aumento da receita, mesmo que o clube não consiga os títulos da Libertadores e do Mundial como no ano passado. Explica-se: foi assinada a renovação do contrato de material esportivo com a Nike, foi feito um acordo de patrocínio com a Caixa Econômica e as receitas de televisão se mantêm altas, embora sem as luvas pagas no último ano.

Tanto que o clube indica que ganhará R$ 779 milhões com receitas de televisão nos próximos anos, após concluída a renovação de contrato com a Globo até 2018.

Com o caixa forte, o Corinthians também tem aumentado sua dívida, embora de forma moderada. Excluídas as receitas a realizar, o passivo do clube chega a R$ 288 milhões em setembro de 2012. Isso representa um aumento de R$ 33 milhões em relação ao final de 2011.

O clube considera ter uma débito de R$ 184,5 milhões porque leva em conta o valor líquido. Ou seja, do passivo total, reduz o seu ativo, que é o dinheiro que tem em caixa ou valores dos quais é credor.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Alan Mineiro gostaria de permanecer no Corinthians, mas não está nos planos do clube

    Alan Mineiro deve ser vendido pelo Corinthians e disputar a Série B em 2017

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes
  • Diversos torcedores não conseguiram efetuar a troca de ingressos

    Com fila absurda e nova confusão, torcida do Corinthians esgota ingressos para final da LNF

    ver detalhes
  • Oswaldo negou que seus treinos sejam repetitivos

    Oswaldo volta a sinalizar escalação do Corinthians em coletivo e explica semana de treinos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes