Lançando uma bandeira pelo 'preto no branco'

Isabela Abrantes

Fez as pazes com o jornalismo, com quem tinha brigado ainda na faculdade. Saiu do mundo das agências de publicidade e das startups de tecnologia para fazer no Meu Timão tudo que acredita na vida.

ver detalhes

Lançando uma bandeira pelo 'preto no branco'

Coluna da Isabela Abrantes

Opinião de Isabela Abrantes

2.1 mil visualizações 26 comentários Comunicar erro

Lançando uma bandeira pelo 'preto no branco'

Quando eu era jovem, o Meu Timão ainda era o Notícias do Corinthians e a gente podia ir no Pacaembu sem ser à trabalho

Foto: Arquivo pessoal

Amigos corinthianos, alguns poucos me conhecem de grupos sobre o Corinthians nas redes sociais, mas, para grande maioria dos usuários que frequentam o site, creio ainda ser uma desconhecida. Peço a liberdade para me apresentar.

Comecei nas arquibancadas em 2007, quando me mudei para São Paulo, mas desde 2011, quando começamos a cobrir dedicadamente os jogos do Corinthians aqui no Meu Timão pisei nelas em pouquíssimas oportunidades.

Para mim sobrou algumas vezes a sala de imprensa, e incontáveis vezes o trabalho de bastidores - em casa, vendo o jogo por dois ou três canais e orquestrando uma equipe cada vez maior de pessoas que fazem a nossa cobertura acontecer.

Deixei de estar perto da torcida e ouvir os gritos da Fiel e sentir a vibração da torcida. No Meu Timão, deixei também que os jornalistas que entraram no time, muito mais qualificados que eu, e o grande autor da ideia do site - o Danilo Augusto (que também divide comigo não só o site, mas a casa e um cachorro) - fossem os grandes protagonistas dessa história.

Embora sempre tenha me dividido entre minha vida profissional e acompanhado de muito perto trabalho feito por aqui, só foi no final do ano passado em que finalmente sai do meu emprego numa startup para me dedicar integralmente ao Meu Timão. Desde então, me reconectei com o jornalismo - que estudei na faculdade, mas nunca pratiquei por ter começado bem cedo a carreira no mercado de tecnologia.

Apesar disso, confesso, sei que sei uma coisa ou outra sobre a mídia - trabalhei em agência de publicidade, em um grande grupo de revistas e fui aprendendo aqui e lá como funcionam as coisas por baixo dos panos. Vi referências boas, e tive lições do que não fazer: tentei trazer toda essa bagagem para começar um trabalho e criar uma visão para o site, e principalmente para área de conteúdo que pouco a pouco foi virando uma das minhas mais genuínas preocupações.

Dentre as coisas que aprendi, uma, sem dúvida, considero lição principal: não existe empresa - e nem imprensa - sem transparência. Transparência é um conceito universal, que se aplica nas relações profissionais e pessoais - característica necessária a se cultivar entre quem se gosta, se respeita, fundamental em qualquer interação que acontece entre clientes, consumidores, usuários, funcionários. Pra mim, transparência é fundamental.

Não é simples ser transparente, se expor, estar aberto a julgamentos. Mas ser transparente é algo que se busca todo dia, é um exercício de abertura ao outro que se pratica e se esforça para alcançar. E como sou dessas pessoas fãs do preto no branco, do falar na cara, do jeito sincero de enfrentar o problema, achei que tinha de trazer isso também para este lugar. Por essa razão, num momento em que pessoalmente acredito que transparência é o que mais falta ao Corinthians, achei que era hora de por em prática a transparência também aqui no Meu Timão.

E é esse o motivo que me faz, a partir de hoje, abrir este canal. Aqui vocês vão poder conhecer um pouco mais sobre mais uma das pessoas que faz o dia-a-dia site (as outras, você já pode acompanhar pelas assinaturas das notas publicadas ou pelas colunas da Mayara Munhoz, do Lucas Faraldo e do Danilo), mas meu foco é discutir e expor minha opinião especialmente sobre as questões que pautam o dia a dia do clube, a cobertura da mídia e também as dificuldades e alegrias de se fazer o jornalismo que temos feito no Meu Timão.

Espero dividir com vocês angústias, aprendizados, conversar sobre os erros e abrir uma conversa franca sobre o que fazemos aqui. Aceitar as críticas, respondê-las e acima de tudo, deixar este nosso espaço cada vez mais preto no branco. O espaço está aberto, e é nosso.

Um grande abraço, e vai Corinthians!

Coluna da Isabela Abrantes

Por Isabela Abrantes

Fez as pazes com o jornalismo, com quem tinha brigado ainda na faculdade. Saiu do mundo das agências de publicidade e das startups de tecnologia para fazer no Meu Timão tudo que acredita na vida.

O que você achou do post da Isabela Abrantes?