Minha filha já nasceu corinthiana, diz atacante Lucca

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

Minha filha já nasceu corinthiana, diz atacante Lucca

Coluna do Marco Bello

Opinião de Marco Bello

8.2 mil visualizações 90 comentários Comunicar erro

Minha filha já nasceu corinthiana, diz atacante Lucca

A pequena Laura, fillha de Lucca, já nasceu torcedora do Timão

Foto: Marco Bello

Durante o evento que aconteceu nesta quinta-feira pela manhã no Hospital Santa Marcelina, em que o Corinthians entregou simbolicamente 30 kits com produtos de higiene, fraldas, roupas e sapatos aos pais e mães de recém-nascidos, o atacante Lucca conversou conosco sobre seu futuro, pessoal e profissional.

Papai de primeira viagem, Lucca foi inclusive cortado da delegação do Corinthians que enfrentaria o Sport no último final de semana pelo Campeonato Brasileiro para assistir ao nascimento da filha Laura, e falou sobre isso:

“Pois é, veio um pouquinho antes do que tava previsto, eu estava na concentração e recebi a ligação da minha esposa dizendo que a bolsa tinha estourado, que a qualquer momento podia nascer. Conversei então com o pessoal, tenho que agradecer ao Edu (Gaspar, gerente de futebol), ao professor Tite, que me liberou. Eu pude ver minha filha nascer e a sensação é até difícil de explicar, posso dizer que é um sentimento maravilhoso.”

Com as férias chegando e a pequena Laura em casa, Lucca disse como vai passar o mês de dezembro:

“Minhas férias? Vai ser mais trocando fralda mesmo! (risos) Não vou poder viajar, ela não pode pegar avião. Se a médica liberar vamos de carro para Criciúma, mas fora isso nada demais, só tranquilidade.”

Lucca pertence ainda ao Criciúma, e está emprestado ao Corinthians até o final do Campeonato Paulista de 2016. Mas o jogador já afirmou que quer continuar no Timão:

"Meu desejo é continuar, eu quero continuar. Estou me sentindo muito bem aqui, e tenho uma relação muito boa com o Criciúma. Então se eu precisar falar alguma coisa, eles sabem disso, já deixei bem claro. É um clube que eu respeito bastante, que está no meu coração, mas aqui é a oportunidade da minha vida. A oportunidade está aqui e eu quero aproveitar.”

O atacante inclusive já manifestou este interesse aos dirigentes do clube de Santa Catarina:

“Sim, eu tenho uma relação muito boa com o pessoal de lá. Eles sempre me respeitaram, respeitaram minha vontade. Eu converso com eles sempre, conversei inclusive hoje pela manhã com o diretor e eles sabem da minha vontade de ficar no Corinthians, por isso eu tenho certeza que vai ocorrer tudo bem.”

Lucca, que se emocionou ao entregar os kits para as crianças do hospital, lembrou também de sua infância, e do primeiro presente que recebeu com o símbolo do Timão:

“Lembro sim, meu pai me deu uma chuteira com o simbolo do Corinthians! Isso eu não esqueço, lembro que me deixou muito feliz. Todos sabem que qunado eu era criança eu torcia para o Corinthians. Meu pai hoje estava aqui e a gente estava comentando sobre isso. Ele me deu essa chuteira e agora eu posso, dentro de campo, vestir essa camisa. Como o mundo dá voltas!”

E a Laura, será que já ganhou também um kit do Timão?

“Ela nasceu corinthiana! O presente eu ainda não dei, mas vai ser o mais rápido possível. Vou ver se sobra um kit desses aí pra eu levar pra ela (risos).”

Coluna do Marco Bello

Por Marco Bello

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?