Paolo Guerrero não quer ficar no Corinthians

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

Paolo Guerrero não quer ficar no Corinthians

Coluna do Marco Bello

Opinião de Marco Bello

94 mil visualizações 632 comentários Comunicar erro

Paolo Guerrero não quer ficar no Corinthians

Guerrero revelou que seu desejo é voltar ao futebol europeu

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A entrevista que Paolo Guerrero concedeu à rádio Cadena Cope, de Madrid, apenas escancarou algo que estava óbvio nos bastidores do Parque São Jorge. O atacante revelou aos jornalistas espanhóis que seu desejo é voltar ao futebol europeu em julho deste ano, quando acaba seu contrato com o Corinthians.

Disse ainda que prefere o futebol alemão, mas não recusaria ofertas do mercado espanhol. O Valencia chegou a ser citado na conversa. Guerrero afirmou que seu desejo inicial era apenas disputar o Mundial de 2012 pelo Corinthians, e logo voltar para o Velho Continente, mas que o Timão fechou as portas para sua saída.

O gerente de futebol do Corinthians, Edu Gaspar, já tinha afirmado que em contato inicial no início de 2014, Guerrero não quis saber de conversar sobre renovação. O agora candidato à presidência do clube e antigo diretor de futebol, Roberto de Andrade, confirmou a história e disse que apesar da insistência do Corinthians, o peruano preferiu desconversar sobre o assunto.

No final do ano passado, dirigentes do Corinthians se reuniram com os representantes do atleta, e ouviram a inviável proposta de 7 milhões de dólares à vista para uma renovação por três anos. Apesar do susto dos dirigentes, após muitas conversas e contas realizadas, o clube ofereceu 5 milhões de dólares parcelados, além de um super-salário de 500 mil reais.

Cabe aqui lembrar que quando o atacante chegou ao Corinthians, em 2012, estava em baixa no mercado europeu e foi adquirido por 7,5 milhões de reais. Os gols na final do Mundial, as boas partidas pelo Corinthians e agora sua atuação contra o Bayer Leverkusen no torneio da Flórida chamaram a atenção dos clubes médios da Europa.

Guerrero já havia falado em diversas entrevistas aqui no Brasil sobre seu sonho de voltar à Europa. Mas sempre afirmou também que a prioridade era a renovação com o Corinthians. Nesta entrevista à Cadena Copa, ele não apenas "esqueceu" de citar uma possível renovação, como afirmou categoricamente que a partir de julho está aberto para ouvir propostas dos clubes de lá.

Talvez ele tenha se esquecido que vivemos em um mundo globalizado, e tenha pensado que ninguém aqui teria acesso a esse áudio. Mas a entrevista está na internet, para quem quiser ouvir, e agora todo torcedor do Corinthians sabe o verdadeiro desejo do atacante.

PS: por uma destas "coincidências" da vida, um dos empresários de Guerrero, Marcelo Robalinho, está neste momento na Alemanha, país onde Paolo atuou por 10 anos antes de vir ao Brasil.

Coluna do Marco Bello

Por Marco Bello

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?