Exclusivo: Presidente do Corinthians nega empréstimo e diz que só renova com Guerrero quando acertar todas as dívidas do clube

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

Exclusivo: Presidente do Corinthians nega empréstimo e diz que só renova com Guerrero quando acertar todas as dívidas do clube

Coluna do Marco Bello

Opinião de Marco Bello

18 mil visualizações 91 comentários Comunicar erro

Exclusivo: Presidente do Corinthians nega empréstimo e diz que só renova com Guerrero quando acertar todas as dívidas do clube

Corinthians quer Guerrero por mais três anos

Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

Após a vitória do Corinthians sobre a Penapolense na última quinta-feira na Arena, o presidente Roberto de Andrade falou sobre as dívidas que o clube tem com os atletas do elenco e também sobre renovações de jogadores.

Em entrevista exclusiva, o presidente confirmou os débitos do Corinthians. O clube deve direitos de imagem para Fábio Santos, Ralf, Renato Augusto, Guerrero, Emerson e Alexandre Pato.

Há também diversos atletas e membros da comissão técnica, incluindo Tite, com débitos de premiações atrasadas. O treinador ainda não recebeu o prêmio pelo Mundial de 2012.

O presidente disse que o clube está procurando caminhos para conseguir o dinheiro necessário para quitar tudo neste primeiro semestre.

As opções estão sendo estudadas pelo departamento de marketing do Timão e incluem patrocínio pontual da camisa, ampliação do programa Fiel Torcedor e ações envolvendo os próprios atletas. Um eventual empréstimo é visto como última opção.

“Vamos deixar claro, o Corinthians não está indo no mercado buscar dinheiro. É até sacanagem falar que nós estamos procurando um empréstimo. Nós estamos trabalhando muito atrás de receita. Empréstimo você tem que devolver e normalmente com juros”, explicou.

Durante a entrevista, Roberto falou também sobre as possibilidades do clube. “O que nós estamos precisando hoje não é dinheiro emprestado. Nós precisamos de dinheiro novo. Vender propriedades do clube, vender patrocínio, vender qualquer outra coisa que o clube tenha para negociar. Se eu peço emprestado, eu tenho que devolver. Se eu não tenho hoje, como é que eu vou ter amanhã?”.

Sobre renovações de jogadores, segundo o presidente, elas só acontecerão quando todas as dívidas estiverem quitadas. O Corinthians quer acertar a renovação de Emerson por seis meses, até o final deste ano, e irá propor uma renovação de contrato de três anos para Paolo Guerrero, por um valor inferior ao oferecido pelo clube ao atleta em dezembro do ano passado, como adiantado aqui nesta coluna.

Perguntado sobre o andamento das conversas com o atleta peruano, o presidente do clube afirmou que não existe data para a renovação. “Quando chegar a hora que eu achar que temos que sentar para acertar, nós vamos sentar. Eu não vou convocar a reunião para não acertar, quero sentar pra já acertar”, completou.

Roberto de Andrade ainda reforçou que não acha justo fazer uma renovação com valores tão expressivos, enquanto ainda deve para parte do elenco. “Eu não acho justo com os trinta e poucos jogadores, alguns com luvas e prêmios a receber. Eu renovo com um e os outros trinta não recebem? Eu quero cumprir minha obrigação de pagar tudo o que temos que acertar com todo mundo. Quando estiver em dia com tudo isso, nós vamos sentar e conversar sobre renovação.”, finalizou.

Coluna do Marco Bello

Por Marco Bello

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?