Corinthians, o time da TV

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

Corinthians, o time da TV

Coluna do Marco Bello

Opinião de Marco Bello

48 mil visualizações 202 comentários Comunicar erro

Corinthians, o time da TV

Mesmo com a partida no sábado a tarde, jogo do Corinthians foi televisionado

Foto: Daniel Augusto/ Agência Corinthians

Por que a TV Globo exibiu o jogo do Corinthians contra a Ponte Preta no sábado a tarde? Por que não passou o jogo do Santos?

Essas foram as duas perguntas mais ouvidas desde a última sexta-feira, quando a emissora anunciou sua programação. A polêmica da vez não foi um jogador, treinador ou mesmo arbitragem, mas sim a transmissão esportiva do final de semana.

Pois bem, não tenho procuração para defender ou acusar a emissora carioca, mas meu ponto de vista sobre o assunto é simples e claro. A Globo passa o que dá mais ibope, não adianta espernear.

A jornalista Keila Jimenes, da Folha de SP, escreveu no domingo: a audiência da transmissão de futebol cresceu em 2015 na comparação com o ano passado, principalmente pela boa fase do Corinthians dentro de campo.

Não é segredo que desde sempre o Corinthians gera mais audiência que os outros clubes do estado. E atualmente, com a crise de audiência do futebol, é praticamente o único clube que dá lucro à emissora.

Sou radicalmente contra o monopólio em qualquer setor de atividade e acho que os clubes deveriam lutar contra isso. Deveria haver duas ou três emissoras no Brasil transmitindo futebol. Os clubes poderiam ter seus próprios canais passando seus jogos nas tvs a cabo.

Mas cobrar da Globo a obrigatoriedade de passar o jogo do seu time, como fez a torcida do Santos? A Globo não é nenhuma benfeitora ou sociedade beneficente, mas sim uma empresa privada que visa lucros. Enquanto ela tiver exclusividade dos campeonatos, transmitirá aquilo que dá audiência. E, muito por conta do interesse dos torcedores rivais, o que dá audiência hoje é o Corinthians.

E ao contrário do que os que torcem o nariz ao Corinthians pensam, há malefícios também em ter praticamente todos os seus jogos transmitidos em TV aberta. O time do Corinthians é o mais conhecido, o mais "manjado" pelos adversários. Há mais câmeras nas transmissões. Por exemplo, Petros nunca teria sido punido ano passado se jogasse em outro time. A câmera que flagrou o empurrão do volante no árbitro era uma câmera de transmissão ao vivo, que a emissora não utiliza em jogos pay-per-view.

O Corinthians ganha mais dinheiro da televisão porque dá mais retorno financeiro, apenas isso. São só negócios. Enquanto os outros clubes não mudarem o panorama em termos de organização, infraestrutura e principalmente torcida, o Corinthians continuará por muito tempo sendo o time da TV.

Coluna do Marco Bello

Por Marco Bello

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?