[Marco Bello] O torcedor deve votar na eleição!

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

O torcedor deve votar na eleição!

O torcedor deve votar na eleição!

O torcedor do Corinthians, que hoje não tem o direito de voto na eleição do clube

Foto: Wallpaper do MeuTImão

No último PodcasTimão discutimos um assunto polêmico, porém muito importante de ser abordado.

Inclusive já escrevi neste espaço tempos atrás sobre isso. E ouvi pessoas concordando e discordando com a tese.

Enfim, vamos a ela. Para mim, o Fiel Torcedor deveria escolher o Presidente do Corinthians!

Acho um contrassenso muito grande o mandatário de um clube de futebol com orçamento bilionário, que representa mais de 30 milhões de torcedores, ser escolhido por pouco mais de 3 mil associados do Parque São Jorge.

Entendo a tradição, sei que o Corinthians começou lá, que há associados com mais de 50 anos de clube, mas acho que há mudanças inevitáveis na vida.

O que quer o associado? Saber o horário das aulas de tênis? A liberação da raia 2 da piscina? A reforma da quadra de basquete? A iluminação da bocha?

O que quer o torcedor do Corinthians? Títulos, um time forte, ingressos mais baratos no estádio.

Penso que o Presidente do Corinthians, escolhido pelo sócio torcedor do clube, poderia nomear um mandatário para cuidar do clube.

É irreal, embora aconteça, que o homem mais poderoso de um dos clubes mais poderosos do mundo tenha que perder seu tempo para discutir com um associado sobre o aumento de 20 centavos no preço do cafezinho na lanchonete do clube, como contou Rodrigo Vessoni no último Podcast.

Para evitar que em época de eleição alguém faça alguma manobra para se associar, votar e sair, basta colocar regras. Sócios torcedores com mais de 3, 5 anos. Ou com mais de 20 jogos. Não sei, tanto faz.

Imagine você a quantidade de novos associados do programa não viriam, com a possibilidade de eleger o presidente?

Aos sócios do Parque São Jorge, poderiam continuar votando, sem problemas. Seriam mais 3 mil em uma eleição com mais de 100 mil votos.

Para convencer os eleitores, não bastaria reformar a quadra de bocha ou distribuir cargos honorários, que é o que acontece hoje. Seria preciso abaixar o preço do ingresso, contratar grandes nomes, tratar o futebol com respeito.

Que é o que todo torcedor do Corinthians quer. Inclusive o que frequenta o Parque São Jorge.

Veja mais em: Torcida do Corinthians.

Coluna do Marco Bello Junior

Por Marco Bello Junior

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?

  • 1000 caracteres restantes