Os jogadores do Corinthians daquela final do Paulistão de 1974 já podem dormir em paz

Rodrigo Vessoni

Formado pela FIAM, trabalhou na Rádio Transamérica e por 12 anos foi repórter e editor no Diário Lance!. Participa, quando convidado, de programas esportivos no SporTV e na Band.

ver detalhes

Os jogadores do Corinthians daquela final do Paulistão de 1974 já podem dormir em paz

Coluna do Rodrigo Vessoni

Opinião de Rodrigo Vessoni

4.1 mil visualizações 61 comentários Comunicar erro

Os jogadores do Corinthians daquela final do Paulistão de 1974 já podem dormir em paz

Corinthians conquistou o título do Paulistão neste domingo

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Buttice; Zé Maria, Brito, Ademir e Vladimir; Tião e Rivelino; Vaguinho, Lance, Zé Roberto (Ivan) e Adãozinho (Pita). Tecnico: Silvio Pirilo. Esse foi o time do Corinthians que perdeu a final do Paulistão de 1974 para o Palmeiras.

Uma derrota que foi marcante não apenas porque evitou o fim do jejum de 20 anos sem título, mas porque foi disputada num Morumbi com mais de 100 mil corinthianos e cerca de uns 5 mil palmeirenses.

O título era considerado pela imprensa da época uma questão de tempo. No estádio, como dito acima, praticamente apenas torcedores corinthianos. Rivelino, um dos maiores jogadores da época, do lado alvinegro. Tudo a favor e... insuficiente para a conquista do título.

Após 44 anos, a situação se inverteu. O Palmeiras tinha a vantagem no placar, tinha o mando de campo, tinha um time melhor, tinha mais dinheiro e tinha apenas seu torcedor no Allianz Parque. A festa estava armada dentro e fora do estádio. O título era quase uma formalidade... e deu Corinthians.

Não tenho dúvida de que é um dos maiores títulos da história do Corinthians. A primeira decisão na nova casa do maior rival, com tudo contra, ganhando no tempo normal e nos pênaltis. O dia 8 de abril de 2018 entrou para a eternidade alvinegra.

E vocês, jogadores de 1974, agora podem dormir em paz. A vingança demorou, foi tardia, mas veio. O Allianz Parque num silêncio absoluto após o gol de Rodriguinho e principalmente após o chute de Maycon... assim como ocorreu com o Morumbi há 44 anos.

Buttice, Zé Maria, Brito, Ademir, Vladimir, Tião, Rivelino, Vaguinho, Lance, Zé Roberto, Ivan, Adãozinho, Pita e o técnico Silvio Pirilo.... durmam em paz. Vocês estão vingados!

Veja mais em: Dérbi e Campeonato Paulista.

Coluna do Rodrigo Vessoni

Por Rodrigo Vessoni

Formado pela FIAM, trabalhou na Rádio Transamérica e por 12 anos foi repórter e editor no Diário Lance!. Participa, quando convidado, de programas esportivos no SporTV e na Band.

O que você achou do post do Rodrigo Vessoni?