Comentário de Eduardo em "A chegada do filho ilustre: Guerrero..."