Comentário de Rhobertta em "(10) Machucado e sem espaço, Zizao anda..."