Comentário de Moacir Gorgone em "Acabou a paz no Corinthians de Mancini..."