A diferença entre um time campeão e um que morre na praia

Fórum do Corinthians
Tópico Épico Entenda as regras

Tiago #849 @tiago.costa1 em 11/04/2015 às 23:26

Esse jogo me fez acreditar ainda mais no Corinthians de 2015. Me deu mais certeza que seremos campeões esse ano. Sabe por que? Porque times campeões não são aqueles times que jogam bem todo jogo, mas times que conseguem ganhar mesmo quando estão mal, times que não desistem e times que também podem contar um pouquinho com a sorte. Era óbvio que o Corinthians não ia jogar todo jogo igual jogou contra o Danúbio, era óbvio que ia ter jogo que ia passar aperto. Se até o Real Madrid que foi campeão da Champions passou aperto ano passado, imagina o Corinthians no comecinho do ano... Mas esse time mostrou que tem garra, que tem coração, que tem vontade e, mais importante, que consegue vencer mesmo quando não está no seu melhor dia.

VAI CORINTHIANS!

1.088 visualizações e 22 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Junior7 Dantas #888 @junior7 em 11/04/2015 às 23:36

A diferença entre um torcedor bom e um que morre na praia é essa, um aceita seu time vencer jogando mal ou bem, já outro prefere ver o time jogar bem e perder porque se jogar mal ele critica, penso da mesma forma que você tiago, to confiante.

Jhonatan Ventura Prates #4.774 @jhonyboy em 11/04/2015 às 23:28

Esse é o pensamento do verdadeiro torcedorrr...humildade...

Últimas respostas

Tiago Costa #849 @tiago.costa1 em 17/04/2015 às 01:05

As mesmas palavras que disse no último jogo valem pra hoje. Esta tudo dando muito certo para o Timão esse ano. Vai Corinthians!

Publicidade

Tiago Costa #849 @tiago.costa1 em 15/04/2015 às 15:19

É demais pelo jeito e o momento que ocorreram...

Miguel Angelo #1734 @miguel.angelo.de.sou em 15/04/2015 às 06:53

" "

É, bem lembrado, ainda tem os 5 pra o Fluminense. 14 gols, só em três jogos, é demais ou não é?

Miguel Angelo De Souza #1.734 @miguel.angelo.de.sou em 15/04/2015 às 06:53

É, bem lembrado, ainda tem os 5 pra o Fluminense. 14 gols, só em três jogos, é demais ou não é?

Tiago #849 @tiago.costa1 em 14/04/2015 às 17:15

" " E, no mesmo ano, de 5 do Fluminense. Quando tudo parecia que ia bem...

Tiago Costa #849 @tiago.costa1 em 14/04/2015 às 17:15

E, no mesmo ano, de 5 do Fluminense. Quando tudo parecia que ia bem...

Miguel Angelo #1734 @miguel.angelo.de.sou em 14/04/2015 às 06:57

" "

Verdade sim. O que eu quis dizer na verdade foi que o Mano não foi capaz de colocar um time equilibrado. Bem como, é inadmissível um time com a grandeza do Corinthians perder, ainda mais em um mesmo ano, de 5 pra o Santos e de 4 para o Atlético-MG. De bom, é que uma base foi formada, mas, mesmo assim não se pode aceitar tais derrotas.

Davi Felipe #1.835 @davichacal em 14/04/2015 às 09:19

Mandou muito bem cara...

Miguel Angelo De Souza #1.734 @miguel.angelo.de.sou em 14/04/2015 às 06:57

Verdade sim. O que eu quis dizer na verdade foi que o Mano não foi capaz de colocar um time equilibrado. Bem como, é inadmissível um time com a grandeza do Corinthians perder, ainda mais em um mesmo ano, de 5 pra o Santos e de 4 para o Atlético-MG. De bom, é que uma base foi formada, mas, mesmo assim não se pode aceitar tais derrotas.

Tiago #849 @tiago.costa1 em 12/04/2015 às 13:38

" "

Eu concordo com muita coisa que você falou. Menos com relação ao mano. Ele não tomou de 4 do atlético porque estava jogando ofensivamente não. Tomou por ruindade mesmo. O time estava totalmente recuado aquele jogo. E depois do gol do gerrero o time nem passou mais do meio campo com a bola.

Tiago Costa #849 @tiago.costa1 em 12/04/2015 às 13:38

Eu concordo com muita coisa que você falou. Menos com relação ao mano. Ele não tomou de 4 do atlético porque estava jogando ofensivamente não. Tomou por ruindade mesmo. O time estava totalmente recuado aquele jogo. E depois do gol do gerrero o time nem passou mais do meio campo com a bola.

Miguel Angelo #1734 @miguel.angelo.de.sou em 12/04/2015 às 09:15

" "

Pra ser sincero, eu, particularmente, estou muito feliz com o Corinthians e em especial com a evolução do Tite. A gente, de fato, continua vendo o Corinthians com dois padrões táticos diferentes, como sempre Tite fez: um agressivo pra jogar em casa e outro muito defensivo para jogar fora de casa. Nisto não mudou lá muita coisa. A verdade é que, nos dois casos, o esquema tático apresentou muitas evoluções e evoluções atrativas capazes de nos fazer admirar o time em campo.

Antigamente, até o ano passado, a gente ficava com raiva ao notar que o Corinthians ficava tocando a bola para trás, com os zagueiros e com os volantes, sem agredir, sem chegar à área do adversário e sem chutar a gol e os resultados, em sua maioria eram empates. Daí veio o Mano, colocou o time pra frente, tomou de 5 pra o Santos e de 4 pra o Atlético-MG, embora tenha conseguido a vaga pra Libertadores. Este ano, o Tite, mesmo com altos e baixos do time, tem conseguido um futebol equilibrado e com jogadas que nos fazem lembrar os áureos tempos do futebol. Por isto, com um time equilibrado e unido em campo, também pelo péssimo momento do futebol sul-americano (tá feia a coisa mesmo) o Corinthians tem se sobressaído. Pra mim, não tanto quanto o exaltam, mas ainda sim, o melhor time do continente neste momento. Resta-nos dar os parabéns ao Tite, pela inovação e pela coragem e desejar ao Guerrero pronta recuperação (quem dera toda nossa sociedade tivesse o pronto atendimento que teve o Guerrero!).

Everton R. Carlos #129 @everton.r.carlos em 12/04/2015 às 11:58

Isso mesmo

Miguel Angelo De Souza #1.734 @miguel.angelo.de.sou em 12/04/2015 às 09:15

Pra ser sincero, eu, particularmente, estou muito feliz com o Corinthians e em especial com a evolução do Tite. A gente, de fato, continua vendo o Corinthians com dois padrões táticos diferentes, como sempre Tite fez: um agressivo pra jogar em casa e outro muito defensivo para jogar fora de casa. Nisto não mudou lá muita coisa. A verdade é que, nos dois casos, o esquema tático apresentou muitas evoluções e evoluções atrativas capazes de nos fazer admirar o time em campo.

Antigamente, até o ano passado, a gente ficava com raiva ao notar que o Corinthians ficava tocando a bola para trás, com os zagueiros e com os volantes, sem agredir, sem chegar à área do adversário e sem chutar a gol e os resultados, em sua maioria eram empates. Daí veio o Mano, colocou o time pra frente, tomou de 5 pra o Santos e de 4 pra o Atlético-MG, embora tenha conseguido a vaga pra Libertadores. Este ano, o Tite, mesmo com altos e baixos do time, tem conseguido um futebol equilibrado e com jogadas que nos fazem lembrar os áureos tempos do futebol. Por isto, com um time equilibrado e unido em campo, também pelo péssimo momento do futebol sul-americano (tá feia a coisa mesmo) o Corinthians tem se sobressaído. Pra mim, não tanto quanto o exaltam, mas ainda sim, o melhor time do continente neste momento. Resta-nos dar os parabéns ao Tite, pela inovação e pela coragem e desejar ao Guerrero pronta recuperação (quem dera toda nossa sociedade tivesse o pronto atendimento que teve o Guerrero!).

Luis Guedes #56 @lisca em 12/04/2015 às 08:49

Mesmo jogando mal temos qualidade. Quem decidiu foi quem estava mal até aquele momento: RA e Wagner Love. Não estavam bem mas em uma boa jogada decidiram o jogo. Se jogamos o que vinhamos jogando era mais uma goleada.