Carille treinando 2 formações : 4-1-4-1 e 4-2-3-1

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Ruan #1.001 @super.corinthiano em 13/02/2017 às 13:42

Fábio Carille tem uma esperança para ver a sua equipe melhorar no decorrer da temporada – Jadson. O técnico não hesitou em citar o nome do meia quando questionado sobre a eficácia do seu sistema tático com quatro armadores.

“Com o Jadson, pode ser melhor”, defendeu Carille, na noite de domingo, um dia após o Corinthians decepcionar a sua torcida e perder por 2 a 0 para o Santo André em Itaquera. Cerca de 20 minutos antes da partida, Jadson pisou no gramado, recebeu a camisa 77 das mãos do ídolo Basílio e interagiu com o público.

“Estamos buscando a formação ideal, mas não abro mão de ter dois jogadores abertos. Estamos trabalhando as duas formas (variação entre os chamados 4-2-3-1 e 4-1-4-1, como o mentor Tite gostava de fazer) para encontrar a melhor maneira o quanto antes”

Eu sou fa do 4-2-3-1, o time fica mais ofensivo e rende mais, além dos meias se aproximarem mais do centroavante e lembrando que Tite antes de sair abandonou o 4141 pra usar esse esquema e deixou -nos na época. Tomara que carille acorde e veja que 4-1-4-1 tá manjado faz tempo e que esse time não serve para jogar nESSE esquema e no 4-2-3-1 pode dar mais certo

575 visualizações e 16 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhor resposta

Wellington Souza #4.183 @wellington.souza1 em 13/02/2017 às 14:12

Esse esquema de jogo é maior burrice e muleta pra treinador retranqueiro.

Quando ele fala que não abre mão de ter dois jogadores abertos pelos lados, ele não estão pensando no ataque, mas sim na recomposição defensiva. Com esse tipo de esquema o time corre menos risco de tomar gol na perdida de bola, pois normalmente a saída é pelo canto de jogo onde num eventual erro, ela pode ser jogada pra lateral.

Outra forma de ver que é um sistema retranqueiro, é que como o meia está aberto pelo lado, os laterais não precisam apoiar tanto o ataque pois vai esbarrar nesse esquema, assim o sistema defensivo fique menos exposto, mas também não há apoio no ataque. Consequentemente o jogo não flui pelo meio.

E por último esse sistema é a pior coisa pra centroavante, pois a sua única função é ser parede ou preparar o jogo pra quem vem de trás, nunca ele é acionado em condições de finalizar.

Quer um exemplo? O time de 2015 só engrenou quando os meias de lado foram descolados mais para o meio e o Malcom jogou mais próximo do Love, que começou receber bolas em condições de finalizar e deslanchou.

Acho que o Carille está cavando a própria cova com apego a um sistema que não prioriza o ataque.

Últimas respostas

Ruan Carlos De Oliveira #1.001 @super.corinthiano em 14/02/2017 às 11:59

Exato, só trocaria Marlone por jabá

tiago #533 @tiagopexe em 13/02/2017 às 19:03

" "

_____________Cassio

_____Balbuena_________Pablo

Fagner_______________________Moises

__________Maycon____Gabriel

Jadson_______Rodriguinho_______Marlone

_________________Jô

Esse esquema, 4-2-3-1, é interessante porque a princípio é mais ofensivo que o 4-1-4-1, pois os volantes sustentam mais o sistema defensivo, liberando laterais (principalmente Fagner, que é mt bom ofensivamente) e os meias (Jadson, Rodriguinho e Marlone).

E, de certo modo, os jogadores de meio campo no Brasil ou sabem defender (volantes) ou apoiam o ataque (meias-atacante), então é difícil achar jogadores polivalentes, versáteis como Elias, Paulinho e Renato Augusto, é difícil dizer se eles são meias ou volantes.

E, é por isso, que alguns jogadores simplesmente n renderam nesse esquema até hoje como Guilherme.

Ou Carille desencana desse 4-1-4-1, ou vamos virar refém dele, e dependente de determinados jogadores como Rodriguinho e Jadson.

Publicidade

Tiago Pexe #533 @tiagopexe em 13/02/2017 às 19:03

_____________Cassio

_____Balbuena_________Pablo

Fagner_______________________Moises

__________Maycon____Gabriel

Jadson_______Rodriguinho_______Marlone

_________________Jô

Esse esquema, 4-2-3-1, é interessante porque a princípio é mais ofensivo que o 4-1-4-1, pois os volantes sustentam mais o sistema defensivo, liberando laterais (principalmente Fagner, que é mt bom ofensivamente) e os meias (Jadson, Rodriguinho e Marlone).

E, de certo modo, os jogadores de meio campo no Brasil ou sabem defender (volantes) ou apoiam o ataque (meias-atacante), então é difícil achar jogadores polivalentes, versáteis como Elias, Paulinho e Renato Augusto, é difícil dizer se eles são meias ou volantes.

E, é por isso, que alguns jogadores simplesmente n renderam nesse esquema até hoje como Guilherme.

Ou Carille desencana desse 4-1-4-1, ou vamos virar refém dele, e dependente de determinados jogadores como Rodriguinho e Jadson.

Paulo Junior #4.957 @junior2015timao em 13/02/2017 às 18:24

Corinthians não tem atacante pra jogar sozinho, Jô e Kazim no 4-1-4-1 e no 4-2-3-1 não recebem a bola pra finalizar, eles só fazem parede, é mais fácil voltar para o 4-2-2-2 ou até um 4-3-3, com 2 volantes

José Zafra #1.818 @jose.zafra em 13/02/2017 às 16:55

Concordo em grande parte, só não de ser um esquema retranqueiro, depende dos jogadores escalados e com a movimentação dos meias de lado de campo, o correto deste esquema é o meia cortar para o meio para ter duas possibilidades passar a bola para o centroavante ou para o lateral que passa para ponta, o que acontece é que o meia vai para o meio segura a bola até perder ela ou segura na ponta impedindo o avanço do lateral e ficando longe do centroavante.

Patricia Falcao #5 @patriciafalcao em 13/02/2017 às 16:53

4-2-3-1 combina com esse elenco, pode dar certo.

Fagner, Pedro Henrique, pablo, Arana

Gabriel, Maycon

Jadson, Marciel, Marlone (Rodriguinho)

Leo Jaba (jo)

Erik Edmilson Da Rocha #6.661 @erik1234 em 13/02/2017 às 16:33

4.2.3.1 e um esquema melhor e mais ofensivo com certeza funcionara melhor

Marcos Brenner #4.213 @marcosbrenner3 em 13/02/2017 às 16:27

Eu gostaria de ver esse time no 4-2-3-1.

Andre Pereira Moreira #575 @dedinha111 em 13/02/2017 às 14:21

Esquema é importante, mas não é o maior fator para uma vitória nos jogos

Mas precisa ter jogador de qualidade em jogada individual, dribladores, com velocidades, bom passe, e que entrem na área

F.Bastos toca e não da´andamento a tabela, não entra na área

Giovani, M.Gabriel, Guilherme, Marlone andam em campo, não dão uma assistência, não finalizam uma jogada

@nder&on Roberto #649 @boltimao em 13/02/2017 às 14:18

Não adianta se não tiver outro atacante de velocidade.

Com um atacante só, ainda sem muita mobilidade que é o Jô não vai da certo.

Quem compara time de 2015 e acha com esses jogadores dá pra fazer o mesmo? Não vai vingar.

Wellington Souza #4.183 @wellington.souza1 em 13/02/2017 às 14:12

Esse esquema de jogo é maior burrice e muleta pra treinador retranqueiro.

Quando ele fala que não abre mão de ter dois jogadores abertos pelos lados, ele não estão pensando no ataque, mas sim na recomposição defensiva. Com esse tipo de esquema o time corre menos risco de tomar gol na perdida de bola, pois normalmente a saída é pelo canto de jogo onde num eventual erro, ela pode ser jogada pra lateral.

Outra forma de ver que é um sistema retranqueiro, é que como o meia está aberto pelo lado, os laterais não precisam apoiar tanto o ataque pois vai esbarrar nesse esquema, assim o sistema defensivo fique menos exposto, mas também não há apoio no ataque. Consequentemente o jogo não flui pelo meio.

E por último esse sistema é a pior coisa pra centroavante, pois a sua única função é ser parede ou preparar o jogo pra quem vem de trás, nunca ele é acionado em condições de finalizar.

Quer um exemplo? O time de 2015 só engrenou quando os meias de lado foram descolados mais para o meio e o Malcom jogou mais próximo do Love, que começou receber bolas em condições de finalizar e deslanchou.

Acho que o Carille está cavando a própria cova com apego a um sistema que não prioriza o ataque.

1 a 10 de 15 respostas