Quando vamos entender os problemas e parar de apontar o dedo?

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Uriel #1.480 @coutinho88 em 06/08/2015 às 15:10

Imagine um técnico com métodos inovadores, diálogo com a base (em 8 meses foram 5 'revelados') campeão regional e semifinalista do torneio continental, o único no país. Em qualquer lugar do mundo esse técnico seria respeitado e admirado.

Menos no Brasil, onde esse técnico seria demitido como Diego Aguirre no Internacional, completando o número de demissões em 14 demissões nessas 16 rodadas de brasileirão. Nenhum futebol demite tanto e colhe tão pouco disso. Por quê?

Simples: futebol não é restaurante pra derrota ser colocada na conta de algúem. Não é casamento falido pra criar fato novo. Não é zoológico pra ter anta ou burro. Não é circo para o técnico balançar e cair. Não é reality show pra ter tanto palpite. Clichês que reafirmam: a forma como o brasileiro concebe e interpreta futebol é equivocada e cobra um preço cada vez maior.

Tratamos um ambiente complexo, com diversas variáveis - tática, técnica, psicológico, físico, genético - com o mero reducionismo de 'bom ou 'ruim' e uma arrogância sem limites: o seu time ideal é sempre melhor que o do técnico. O brasileiro adora apontar o dedo para os outros, mas nunca olhar a si mesmo.

Nesse contexto se insere Vitorio Piffero e Carlos Pellegrini, que nasceram e cresceram nesse ambiente de superstição, prepotência e ansiedade que fica evidente após o 7x1. Sempre foi assim, na verdade.

Isso tem nome e teoria: clientelismo. O futebol aqui é visto como uma relação de compra e troca:'eu assisto e gosto, logo, quero ser atendido em minhas exigências'. Se o time não goleia, ganha tudo ou dá espetáculo como o torcedor e o dirigente esperam, tá tudo errado.

O esporte mais popular do mundo é popular pois é imprevisível, caótico, bagunçado, racional, irracional, emotivo e frio. Futebol é uma competição, feita por humanos e para humanos. Não é algo que você compra e reclama nas redes sociais se veio com defeito.

Ver o todo, entender as relações e compreender os sistemas e conexões de tudo que compõe esse esporte é o que norteia não apenas os dirigentes 'modernos', mas os técnicos, jogadores e profissionais que estão no topo da cadeia hoje. O torcedor não precisa ser expert - precisa amar seu clube como clube de futebol, não objeto de compra. A era das redes sociais só piorou essa relação: a pressão agora vem pelo Twitter, chega no conselheiro que tá no clube desde 1940 e acaba nas notícias de hoje. Um círculo vicioso que nunca quebra.

Tá cansativo: a gente alerta, explica, tenta ajudar. Mas quando vamos parar de apontar o dedo e começar a entender de verdade?

(Leonardo Miranda-Blog Painel Tático)

337 visualizações e 16 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Últimas respostas

Kayo Ackles #711 @kayo.ackles em 07/08/2015 às 13:43

Lembrando que esse Diego aguirre foi demitido com 60% de aproveitamento.

Publicidade

Antonio Godoi Junior #37 @junior.junior5 em 07/08/2015 às 13:26

Nem sempre é o técnico o culpado... Na minha opinião..

Cesar Magalhães #21 @caesar1977 em 06/08/2015 às 19:22

Realmente excelente.

Mas aqui é o país dos absurdos.

Quem.mais crítica treinador e a imprensa.

Força a demissão do cara, faz pressão o dia todo.

Aí o cara cai a mídia xinga o dirigente.

K dirigente e político e omisso.

O único Clu e que segura treinador hoje e o Corinthians!

Exemplo que ninguém segue.

Pior a mídia pouco exalta a direção que em 7anos teve 2 treinadores e sem.má dar embora. Mano saiu um vez pela.convocação e a outra no final de seu contrato e numa eleição.

Novo presidente tinha preferência por Tite e está aí segurando o rojão.

Antonio Jose De Oliveira #1.372 @o.corinthiano em 06/08/2015 às 19:10

O fundo do poço ainda esta longe pra esses dirigentes corruptos.

Eles não estão nem aí para os clubes, seleção, o que querem realmente é o bem de si mesmo.

Pra quem achou que o 7 a 1 foi o fim do futebol brasileiro, não se espantem se o Brasil ficar fora da copa de 2018.

Do jeito que está, creio que é isso que vai acontecer.

Cirio Castre #11 @tibas em 06/08/2015 às 19:04

Já dizia o Sabido, técnico não ganha jogo, mas perde.

Corinthianudo Da Silva #1.491 @corinthianudo em 06/08/2015 às 18:58

Isto de chama mania de eleger um maior responsável, sendo que se trata de um Clube e de um grupo. Parece a ideia do salvador da pátria que o Brasil gosta de ter. A ideia de um único super herói pra gente depender, e esperar por nos dar o que sempre foi nosso(como no Governo Populista, eu acho)

Corinthianudo Da Silva #1.491 @corinthianudo em 06/08/2015 às 18:55

Ele teve alguns méritos em títulos, mas nunca ganhou sozinho também. Simples assim.

Corinthianudo Da Silva #1.491 @corinthianudo em 06/08/2015 às 18:54

Você acha que os Ingleses não criticariam o nível do nosso Futebol como um todo? Só para citar um exemplo.

Vocês falam como se o Tite tivesse ganhado os campeonatos(Liberta e Mundial) com uma sobra imensa. E o cara não revelou ninguém! Acorda! Promover para o treino Profissional não é tudo. E parece que ele tá botando muita molecada para treinar separado.

Este técnico ainda não me convenceu.

Belosbar Rodrigues #1.659 @belosbar.rodrigues em 06/08/2015 às 18:01

Isso se chama cultura e essa é a nossa infelizmente.

Felipe De Moraes #128 @felipemoraes em 06/08/2015 às 17:51

Dirigentes que não entendem de futebol, ou agem por paixão e não por razão.

Uma das poucas coisas que o Gobbi acertou foi quando não demitiu o Mano, quando toda a imprensa queria derruba-lo e fizeram pressão todo dia ao meio dia para isso acontecer.

Resultado: G4 com um time montado do zero.

1 a 10 de 15 respostas