Mais uma da série: um peso, duas medidas

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Vinicius #455 @vinicius.martins23 em 18/11/2018 às 21:57

Mais uma da série: Um peso, duas medidas.

Dessa vez com UOL

4.755 visualizações e 93 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Kauê Gonçalves #3.996 @kaue.goncalves5 em 18/11/2018 às 23:55

Corinthians deveria meter processo, falam muita merda

Marcio Nandes #6.074 @corinthiansmarcio em 19/11/2018 às 00:34

Senhor Milton Neves...esse cidadão vomita pela boca sobre o Corinthians a tempos...

Deveria ser proibido de falar o nome do clube...com multas por citação quando desrespeitosa...

Infelizmente ficou rico usando o nome do Corinthians...Mas a emissora que ele trabalha felizmente esta indo a falencia...

Últimas respostas

Baltazar Oswaldo Silva #6 @baltazar.1954 em 21/11/2018 às 12:25

Pior quando você deixa de ir a uma festa, happy hour logo depois de ter se desentendido com alguém. Aí, já começa a ficar com fama de anti-social, rancoroso.

Emerson #1033 @emerson.oliveira14 em 21/11/2018 às 12:23

" "

Concordo contudo. Especialmente essa questão de serviço, se vocÊ não vai já é deixado de escanteio. A do pai e filho também, acontece muito.

Publicidade

Emerson Oliveira #1.033 @emerson.oliveira14 em 21/11/2018 às 12:23

Concordo contudo. Especialmente essa questão de serviço, se vocÊ não vai já é deixado de escanteio. A do pai e filho também, acontece muito.

Baltazar #6 @baltazar.1954 em 20/11/2018 às 08:38

" "

Fora que se for ver direito ainda se perde muito tempo com futebol no dia-a-dia, o certo era no dia dos jogos além de assisti-lo ficar no máximo uma hora comentando, e nos dias em que não há jogos ficar no máximo 30 minutos no site e mais uns 30 conversando com amigos, colegas.

Mas o que vemos é que os caras fazem as coisas de tal modo que no dia de jogo ficamos praticamente o dia inteiro, e quando não tem é comentando sobre jornalista que tumultua, ou ingerência administrativa, ou é algum artista infeliz que nem sabe o que é bola fala alguma besteira, para não dizer uma palavra que começa com m.

Fora que se for ver o tempo que perdemos com discussões sobre política, brigas entre homens e mulheres, notícias de crimes, racismo (é o que eu falei no post da Cíntia, tem racismo mas também tem a xenofobia que muitos acham que é só uma brincadeirinha) e muitas vezes não são para alertar sobre algo que está errado, mas para causar ainda mais discórdia.

E aí como temos que trabalhar, é um perrengue para chegar em casa por causa dos problemas de mobilidade, muitas vezes até serviço doméstico tem que fazer, muitos homens dividem hoje, ainda muitos estudam, muitas vezes tem que ir para festas com colegas de trabalho para não ser deixado de escanteio, aí acabam deixando familiares de lado. Pais, filhos, aí vai ver de repente os pais que estavam perto vão embora e sente falta, os filhos crescem em um piscar de olhos e o pai perdeu a chance de ver o seu crescimento, e se na infância o filho queria a presença do pai e era ignorado, quando ele vira adolescente acontece ao contrário, o pai quer a presença do filho e é ignorado.

Baltazar Oswaldo Silva #6 @baltazar.1954 em 20/11/2018 às 08:38

Fora que se for ver direito ainda se perde muito tempo com futebol no dia-a-dia, o certo era no dia dos jogos além de assisti-lo ficar no máximo uma hora comentando, e nos dias em que não há jogos ficar no máximo 30 minutos no site e mais uns 30 conversando com amigos, colegas.

Mas o que vemos é que os caras fazem as coisas de tal modo que no dia de jogo ficamos praticamente o dia inteiro, e quando não tem é comentando sobre jornalista que tumultua, ou ingerência administrativa, ou é algum artista infeliz que nem sabe o que é bola fala alguma besteira, para não dizer uma palavra que começa com m.

Fora que se for ver o tempo que perdemos com discussões sobre política, brigas entre homens e mulheres, notícias de crimes, racismo (é o que eu falei no post da Cíntia, tem racismo mas também tem a xenofobia que muitos acham que é só uma brincadeirinha) e muitas vezes não são para alertar sobre algo que está errado, mas para causar ainda mais discórdia.

E aí como temos que trabalhar, é um perrengue para chegar em casa por causa dos problemas de mobilidade, muitas vezes até serviço doméstico tem que fazer, muitos homens dividem hoje, ainda muitos estudam, muitas vezes tem que ir para festas com colegas de trabalho para não ser deixado de escanteio, aí acabam deixando familiares de lado. Pais, filhos, aí vai ver de repente os pais que estavam perto vão embora e sente falta, os filhos crescem em um piscar de olhos e o pai perdeu a chance de ver o seu crescimento, e se na infância o filho queria a presença do pai e era ignorado, quando ele vira adolescente acontece ao contrário, o pai quer a presença do filho e é ignorado.

Emerson #1033 @emerson.oliveira14 em 19/11/2018 às 12:50

" "

Saia todo dia com a camisa do time, sempre comprava original mas como era cara esperava virar o ano pra comprar uma original com preço muito inferior. Torço bastante para o meu time, fui 1 vez somente fazer a visita na arena, mas ir a jogos esquece. Moro no litoral de SP e pra ir são mínimo R$ 50 paus de pedágio, sem falar de estacionamento, entrada, alimentação etc. Fiel torcedor transparecia zero a desestimula o pessoal a ter. Abraços.

Fábio Wiliam @fabio.wiliam em 19/11/2018 às 18:06

Se não fossem os erros grosseiros contra o Timão, não íamos precisar de pontos contra o vaisssco...

Quando é contra a gente os árbitros são ruins e despreparados, a favor são desonestos, ninguém fala do pênalti no Dracena que se estivesse com a camisa do Timão não teriam marcado, né?

Rafael Cunha #2.059 @rafaelcunha em 19/11/2018 às 16:01

O exercício honesto de um ofício é tão dignificante, é satisfatório verificar que o cliente concorda e gosta do serviço prestado.

Por outro lado, existem serviços pessimamente prestados, como esse tipo de jornalismo que seleciona assuntos e ataca de forma irresponsável e covarde pessoas e instituições, como o grupo folha faz com o Corinthians, faz com o governo eleito, dentre outros temas.

Imagino que deva haver pessoas honestas que trabalham nesse grupo, mas a prestação do serviço falho e deficitário faz com que repudie a marca, situação do grupo folha, que não para de ligar em casa para oferecer jornal mentiroso (de graça).

Sendo assim, ainda que exista pessoas honestas, o público que repudia a marca torce por sua falência e tal meio de comunicação caminha a passos largos para isso.

Depois, falido, culpará o mercado, esquecendo desserviço prestado!

Mr Freeze #1.764 @mr.freeze em 19/11/2018 às 15:49

Porque sim. Pouco importa o que escrevem. Quase tudo é verdade. O problema da mídia com o Corinthians tem nome e sobrenome. Cara de areia mijhada.

André #53 @deco1910 em 18/11/2018 às 22:54

" "

Porque?

Estevan Fanton #1.706 @estevan em 19/11/2018 às 14:26

Milton Neves é um imbecil, não ligue para o que ele produz, é só merda.

Pedro Serpa #3.720 @poderosoloko em 19/11/2018 às 14:01

Ah cara, eu não vi, e inclusive na foto colocada, tem outro texto
Se você achar o link, manda aí.
mas realmente aquele post do Sportv foi maldade, e realmente existiu

UILDEMBERGUE #1966 @uildo em 19/11/2018 às 01:21

" "

Se é fale eu não sei. Mas que apareceu no meu celular, apareceu. Obs: tenho o aplicativo da UOL esporte.

Emerson Oliveira #1.033 @emerson.oliveira14 em 19/11/2018 às 12:50

Saia todo dia com a camisa do time, sempre comprava original mas como era cara esperava virar o ano pra comprar uma original com preço muito inferior. Torço bastante para o meu time, fui 1 vez somente fazer a visita na arena, mas ir a jogos esquece. Moro no litoral de SP e pra ir são mínimo R$ 50 paus de pedágio, sem falar de estacionamento, entrada, alimentação etc. Fiel torcedor transparecia zero a desestimula o pessoal a ter. Abraços.

Baltazar #6 @baltazar.1954 em 19/11/2018 às 12:44

" "

Verdade, eu na verdade gosto do Corinthians, não me vejo nessa vida não sendo corintiano. Mas talvez como você falou, sendo desses que ganhar ganhou, perdeu perdeu.

E antigamente nós pensávamos que era apenas o jogador, o técnico. Hoje está evidente que dirigente, empresário, ganhando rios de dinheiro, os parasitas ficam mais ricos que os protagonistas.

Baltazar Oswaldo Silva #6 @baltazar.1954 em 19/11/2018 às 12:47

Mas acho que não polemizaram porque se falassem que o 6PFC foi beneficiado os grupos GBLT iam falar que são discriminados, que estão querendo tirar os méritos do ponto conquistado pelas tricoletes porque são do grupo GBLT, e que tem que corrigir diferenças históricas.

Primo #263 @primo.primo em 19/11/2018 às 06:24

" "

A única contratação que eu queria do Fluminense é seus ADVOGADOS, só para processar esses vermes, hoje até nosso jurídico é fraco.