Lusa entra na justiça comum... Chupa CBF, STJD e Florminense!

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Fabinho #85 @fabinhosccp em 02/04/2014 às 16:16

Sei que não tem a ver diretamente com o Corinthians, mas creio ser uma notícia interessante para todos que gostam de futebol. Se até o Gama conseguiu, por que não a Lusa?

Fonte: http://globoesporte.globo.com/blogs/especial-blog/bastidores-fc/post/portuguesa-finalmente-entra-na-justica-comum-contra-cbf.html?utm_source=Facebook&utm_medium=Social&utm_campaign=globoesportecom

---------------------------------------------------------------------------------------------

Por vaga na Série A, Portuguesa vai à Justiça comum contra a CBF

Depois de quase três meses de discussão, a Portuguesa entrou na Justiça comum contra a CBF. O clube pede que seja anulado o julgamento do STJD que retirou quatro pontos da Lusa por conta da escalação irregular do jogador Héverton. A ação, que corre na 43a cível de São Paulo, tem um pedido de liminar para que a Portuguesa seja incluída na Série A de 2014. A direção do clube diz não temer punição da Fifa.

O argumento central da Portuguesa é o desrespeito ao Estatuto do Torcedor. O clube alega não ter sido informado pela CBF do julgamento que suspendeu Héverton. Por isso, escalou o jogador contra o Grêmio. A CBF e o STJD entendem que a presença de um advogado da Portuguesa no julgamento já é suficiente para o clube ser considerado notificado.

Em janeiro, torcedores da Portuguesa e do Flamengo conseguiram liminares favoráveis a seus clubes, que obrigavam a CBF a devolver os pontos deles retirados por julgamentos do STJD. O clube carioca, como a Lusa, também escalou um jogador irregular na última rodada do Campeonato Brasileiro do STJD.

A CBF, depois, conseguiu cassar cada uma das decisões favoráveis a Portuguesa e Flamengo. Assim, pôde divulgar a tabela e organizar o Campeonato Brasileiro com 20 clubes - e com o Fluminense entre eles. Antes dos julgamentos de Fla e Lusa no STJD, era o Flu quem estava rebaixado - o tricolor havia terminado o torneio em 17o. Lugar, mas ganhou posições depois das penas aplicadas a Flamengo e Portuguesa.

Nos processos movidos por torcedores, Ministério Público de São Paulo e por uma associação de defesa do consumidor, a CBF foi defendida pelo advogado Carlos Miguel Aidar, que também é candidato a presidente do São Paulo. Aidar já afirmou que não advogaria diretamente contra a Portuguesa.

O diretor jurídico da CBF, Carlos Eugênio Lopes, comentou:

- A CBF vai se defender, como sempre fez.

O vice-presidente jurídico da Portuguesa, Orlando Cordeiro de Barros, afirmou ao blog que esta pode ser apenas a primeira ação na Justiça comum movida pelo clube. A Lusa não descarta tentar algo parecido no Rio de Janeiro, sede da CBF.

1.059 visualizações e 35 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Últimas respostas

Fabinho Sccp #85 @fabinhosccp em 03/04/2014 às 09:17

Tá serto...

Cirio #6 @tibas em 03/04/2014 às 09:15

" "

Mas eu não estou ludibriando ninguém, só não posso mesmo falar sobre o que sei do assunto.

Publicidade

Cirio Castre #6 @tibas em 03/04/2014 às 09:15

Mas eu não estou ludibriando ninguém, só não posso mesmo falar sobre o que sei do assunto.

Fabinho #85 @fabinhosccp em 03/04/2014 às 08:14

" "

Coitados dos pobres mortais, que vivem sendo ludibriados por quem tem as informações privilegiadas... Hehe

Fabinho Sccp #85 @fabinhosccp em 03/04/2014 às 08:14

Coitados dos pobres mortais, que vivem sendo ludibriados por quem tem as informações privilegiadas... Hehe

Cirio #6 @tibas em 02/04/2014 às 22:51

" "

Dessa vez não posso amigão, é sério mesmo.

Fernando Invicto #199 @fernando.invicto em 02/04/2014 às 22:53

Toma cbflu do #[email protected]%

Cirio Castre #6 @tibas em 02/04/2014 às 22:51

Dessa vez não posso amigão, é sério mesmo.

Fabinho #85 @fabinhosccp em 02/04/2014 às 22:49

" "

Ahh Círio, fala ai pra nóis... Kkkkkkkk

Abraços...

Fabinho Sccp #85 @fabinhosccp em 02/04/2014 às 22:49

Ahh Círio, fala ai pra nóis... Kkkkkkkk

Abraços...

Cirio #6 @tibas em 02/04/2014 às 22:17

" "

Sei de coisa que não posso falar, e por favor não insista.

Mas você está certo, deveria prevalecer o resultado do campo.

Fabinho Sccp #85 @fabinhosccp em 02/04/2014 às 22:48

Te entendo amigo, mas o STJD e a CBF também erraram, mas sempre seus erros são atenuados por eles mesmos, kkkk.

Vamos ver o que a justiça comum, que é pra ser neutra (ainda tenho dúvidas), decide sobre a situação.

Abraços...

Iluminado #321 @iluminadofiel em 02/04/2014 às 22:12

" "

Caro Fabinho a única dúvida é se a Portuguesa errou sem querer ou de propósito. Em qualquer das hipóteses ela está errada.

Fabiano De Alencar Rissoli #4 @faoloco em 02/04/2014 às 22:18

Mas com certeza o FLUCBF não vai deixar isso barato, amanhã já apelam novamente.

Cirio Castre #6 @tibas em 02/04/2014 às 22:17

Sei de coisa que não posso falar, e por favor não insista.

Mas você está certo, deveria prevalecer o resultado do campo.

Fabinho #85 @fabinhosccp em 02/04/2014 às 22:04

" "

Círio, se nosso país fosse sério não estaríamos até agora discutindo sobre o Brasileirão 2013.

Teorias de conspirações a parte, inclusive levantadas pelos colegas @edgard.alan.souza , @iluminadofiel e @fredy.michel , na minha opinião o que começa errado tem tudo para terminar pior ainda. O correto seria deixar o campeonato se decidir pelo que aconteceu dentro de campo. Mas a CBF e o STJD resolveram desrespeitar a Constituição e o Estatuto do Torcedor, agora que deixem a Justiça Comum decidir.

Iluminado Corinthians #321 @iluminadofiel em 02/04/2014 às 22:12

Caro Fabinho a única dúvida é se a Portuguesa errou sem querer ou de propósito. Em qualquer das hipóteses ela está errada.

Fabinho #85 @fabinhosccp em 02/04/2014 às 22:04

" "

Círio, se nosso país fosse sério não estaríamos até agora discutindo sobre o Brasileirão 2013.

Teorias de conspirações a parte, inclusive levantadas pelos colegas @edgard.alan.souza , @iluminadofiel e @fredy.michel , na minha opinião o que começa errado tem tudo para terminar pior ainda. O correto seria deixar o campeonato se decidir pelo que aconteceu dentro de campo. Mas a CBF e o STJD resolveram desrespeitar a Constituição e o Estatuto do Torcedor, agora que deixem a Justiça Comum decidir.