Corinthians 2 x 1 Guaraní - Libertadores 2020

Libertadores 2020 - Corinthians 2 x 1 Guaraní

https://www.meutimao.com.br/jogo/12-02-2020/libertadores_2020/corinthians-2-x-1-guarani

02:00

2020-02-12T21:30:00

48000

Arena Corinthians

Endereço: Avenida Miguel Ignácio Curi, São Paulo, SP, Brasil

Corinthians 2 X 1 Guaraní

Libertadores 2020
12 de fevereiro de 2020, 21:30
Corinthians 2 x 1 Guaraní
Arena Corinthians

Sobre a Partida

Corinthians vence Guaraní, mas é eliminado da Libertadores em noite de arbitragem polêmica na Arena

Não deu, Fiel! O Corinthians teve uma boa atuação nesta quarta-feira, mas foi eliminado da Copa Libertadores de 2020. A equipe alvinegra venceu o Guaraní-PAR por 2 a 1, na Arena, em Itaquera, e se despediu precocemente do principal torneio sul-americano.

Como havia perdido o duelo de ida por 1 a 0, o Timão viu o gol qualificado fazer a diferença. Os tentos alvinegros foram marcados por Luan e Boselli. A partida também ficou marcada por uma polêmica arbitragem de Pitana, que expulsou Pedrinho ainda na metade do primeiro tempo.

Anota aí, Fiel!

Sem muito tempo para assimilar o resultado, o Corinthians já volta a entrar em campo neste fim de semana. No próximo sábado, às 19h, o time do Parque São Jorge visita o São Paulo, no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Paulista.

Escalação

O técnico Tiago Nunes promoveu nove alterações em relação ao time misto que entrou em campo na última rodada do Paulistão. As grandes novidades foram as presenças de Sidcley, Pedrinho e Vagner Love em campo, que entraram nos lugares de Lucas Píton, Janderson e Everaldo, respectivamente.

  • Assim, a equipe alvinegra iniciou o confronto com Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Gil e Sidcley; Camacho, Cantillo, Pedrinho, Luan e Vagner Love; Mauro Boselli.
Corinthians tem nove mudanças na equipe titular

Meu Timão

O Guaraní, por outro lado, foi para o gramado de Itaquera com Gaspar Servio, Rolando García, Jhohan Romaña, Javier Báez, Iván Ramírez, Guillermo Benítez, Jorge Morel, José Florentín, Ángel Benítez, Rodney Redes e Fernando Fernández.

O jogo

Primeiro tempo

Como esperado, o Corinthians começou a partida indo para cima do Guaraní e oferecendo poucos espaços para contra-ataque. A primeira chegada ao ataque veio aos cinco minutos, com uma finalização de Pedrinho que passou rente a trave direita do goleiro Gaspar Servio.

Os paraguaios responderam logo em seguida. Fernando Fernández deixou a marcação alvinegra para trás, mas foi travado na hora exata do chute. No escanteio, Ángel Benítez cabeceou bem próximo ao gol corinthiano.

Mesmo com o susto adversário, o Timão abriu o placar aos oito minutos. Luan recebeu pela direita, fez boa jogada individual e mandou de fora da área, de esquerda, para o fundo das redes adversária. O tento igualou o placar agregado do confronto.

Aos 20 minutos, Cássio evitou o gol de empate. Fernández cabeceou e obrigou o arqueiro corinthiano a fazer uma belíssima defesa. No rebote, Rodney Redes perdeu uma chance inacreditável e mandou por cima da meta do Timão.

Na sequência, Pedrinho fez boa jogada, deixou o defensor do Guaraní no chão e cruzou para a grande área. Vagner Love ficou com a posse, mas se atrapalhou na hora da finalização e viu a zaga rival mandar para escanteio. Aos 24, Pedrinho aproveitou bola sobrada na área, bateu colocado, mas foi para fora.

Quatro minutos mais tarde, Pedrinho tentou uma bicicleta na meia-lua, mas acertou o adversário. Consequentemente, o árbitro aplicou o segundo cartão amarelo para o camisa 10 alvinegro e o expulsou. Em meio a toda confusão, o preparador físico Michel Huff também foi expulso. Algo que, de início, não afetou o Corinthians.

Aos 31, Luan lançou para Vagner Love, que fez uma jogada individual belíssima e rolou para Mauro Boselli mandar para as redes. O segundo gol da equipe de Tiago Nunes, por sinal, garantia o clube paulista na próxima fase da Libertadores. Pouco tempo depois, em uma cobrança de falta, Fagner mandou a bola no travessão.

Antes do término do primeiro tempo, Fagner cobrou falta e Vagner Love cabeceou com perigo, exigindo uma grande defesa de Gaspar Servio. O árbitro apitou pela última vez logo em seguida.

Segundo tempo

Satisfeito com o desempenho de sua equipe nos 45 minutos iniciais, o técnico Tiago Nunes não promoveu alterações e o Corinthians voltou para o segundo tempo com a mesma formação que iniciou o confronto.

Com um a mais em campo, o Guaraní foi para o ataque e logo encontrou o primeiro gol. Em cobrança de falta, Fernando Fernández mandou uma bomba para dentro do gol de Cássio, que pouco pode fazer para evitar o tento paraguaio.

Aos 17 minutos, Tiago Nunes realizou a primeira mudança no time do Corinthians. O experiente Sidcley saiu para a entrada do jovem Lucas Píton. No minuto seguinte, Luan cobrou falta e mandou pela rede do lado de fora, rente a trave direita do goleiro adversário. Gustavo entrou na vaga de Vagner Love pouco tempo depois.

Precisando de um gol para avançar de fase da Libertadores, o Corinthians melhorou após as substituições e se lançou para o ataque. A equipe alvinegra explorava muito bem os lados do campo e buscava a todo momento um jogador na grande área.

A última alteração no Corinthians foi a entrada do atacante Janderson no lugar do pendurado Camacho. Com exatos 40 minutos, o paraguaio Romaña recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso da partida. Na sequência, Fagner, de fora da área, obrigou Servio a se esticar todo para fazer a defesa.

Ficha técnica de Corinthians 2 x 1 Guaraní

Competição: Copa Libertadores da América
Local: Arena Corinthians, São Paulo, SP
Data: 12 de fevereiro de 2020 (quarta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Néstor Pitana
Assistentes: Juan Belatti e Julio Fernández
Gols: Luan, Mauro Boselli (Corinthians); Fernandéz (Guaraní)
Cartões amarelos: Camacho, Cantillo e Pedrinho (Corinthians); Romaña, Báez, Ángel Benítez e Maná (Guaraní)
Cartões vermelhos: Pedrinho (Corinthians); Romaña (Guaraní)
Público: 40.237 pagantes (público total: 40.598)
Renda: R$ 2.225.657,34

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Gil e Sidcley (Lucas Piton); Camacho (Janderson) e Cantillo; Pedrinho, Luan e Vagner Love (Gustavo); Mauro Boselli.
Técnico: Tiago Nunes

GUARANÍ: Servío; Garcia (Maná), Romaña, Báez, Ramírez e Benítez; Morel, Florentín (Bobadilla), Ángel Benítez e Redes; Fernandéz (Benítez).
Técnico: Gustavo Costas

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida: Corinthians 2 x 1 Guaraní