Palmeiras tem medo do Corinthians no Pacaembu

Palmeiras tem medo do Corinthians no Pacaembu

Por Meu Timão

3.6 mil visualizações 0 comentários Comunicar erro

Corinthians jogando no Pacaembu

Corinthians jogando no Pacaembu

O Palmeiras, eterno freguês do Timão, sempre teve medo de enfrentar o Corinthians e o confronto na semifinal que tem a equipe palmeirense como mandante, permite que eles escolham o estádio da partida.

Normalmente a partida seria realizada no Pacaembu, tendo 80% dos ingressos cedidos a torcida corneteira palmeirense e 20% dos ingressos somente para a nossa torcida, mas mesmo assim o medo do Palmeiras é tão grande que a diretoria e os jogadores estão cogitando disputar a partida no interior.

Veja o depoimento de Valdivia, o firulento da equipe alvi-verde:

"O Corinthians manda aqui no Pacaembu. Mas se tiver de jogar aqui... nossa torcida é grande, vai apoiar. Mas o Pacaembu é a casa do Corinthians - disse."

Nos bastidores do Palestra Itália, comenta-se que a diretoria tem predileção por uma disputa no Morumbi, um dos locais cotados, além de Pacaembu e Presidente Prudente. No passado, a diretoria palmeirense, comandada por Luiz Gonzaga Belluzzo, tinha um acordo velado com a cúpula do Timão para não fazer seus jogos no estádio do São Paulo.

Veja Mais:

  • Pedrinho e Romero já tiveram bom rendimento atuando juntos

    Concorrentes para Loss, Pedrinho e Romero vinham jogando juntos com Carille; relembre rendimento

    ver detalhes
  • Corinthians já lucrou quase R$ 100 milhões com negociação de jogadores

    Balanço do Corinthians previa R$ 50 milhões em vendas, mas clube já arrecadou quase o dobro em 2018

    ver detalhes
  • O apresentador e ex-jogador Neto se irritou com o momento atual do Corinthians

    Ex-jogadores do Corinthians comentam derrota no Majestoso nas redes sociais

    ver detalhes
  • O jogador corinthiano fez sua última partida pelo Timão neste sábado

    'Não sei se fico feliz ou triste': torcedores do Corinthians repercutem saída de Rodriguinho

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes