Prefeitura lista desafios para SP sediar abertura da Copa do Mundo

Prefeitura lista desafios para SP sediar abertura da Copa do Mundo

Secretário especial mostrou planos a vereadores na quarta-feira (25). Faltam atendimento de urgência e emergência, fibra ótica e moradia.

Terreno onde será feita a obra do estádio do Corinthians (Foto: Juliana Cardilli)
Ex-presidente da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o vereador Chico Macena (PT) lembrou que falta fibra ótica para transmissão de dados e que a proposta de interligação entre a Luz e o Aeroporto Internacional de Guarulhos, projeto mencionado pelo secretário, é um projeto de Parceria Público-Privada ainda em estágio embrionário. Macena afirmou ainda que a localização do estádio vai provocar tráfego ainda mais intenso na região.

Alves afirmou que a CET acumula tecnologia para eventos do porte da Fórmula 1, que reúne cerca de 70 mil espectadores. "Vamos pensar horários e dias. Às vezes podemos decretar feriados para aquele evento. O fato de o estádio estar na Zona Leste é uma coisa boa, porque o impacto será menor", afirmou. "Uma forma de acesso que está sendo pensada é utilizar a Jacu-Pêssego ligada à Nova Radial, uma alternativa para quem transita de ônibus e van."

Ex-dirigente do São Paulo Futebol Clube, o vereador Marco Aurélio Cunha (DEM) questionou se haverá tempo hábil para tocar o projeto e se o Corinthians está comprometido com a construção do estádio de 65 mil torcedores necessários à abertura da Copa, e não apenas preocupado em construir os 48 mil assentos planejados incialmente. Alves disse que o projeto do estádio só vale se for para abertura da Copa, faz parte do planejamento da Fifa e envolve todas as esferas de governo.

DesafioSolução proposta pela Prefeitura
Construção do estádioA construção do estádio deve exigir investimentos de R$ 700 milhões a R$ 1,07 bilhão. O preço e o modelo de financiamento não estão definidos. A Prefeitura de São Paulo estuda um projeto de incentivos fiscais para o empreendimento. Pode ser constituído um fundo para agregar investidores, que precisa ser aprovado pela Câmara Municipal. A Petrobras desvia dutos que passam perto do terreno
Investimento público em ItaqueraA Prefeitura e o governo do Estado estimam investimento de R$ 480 milhões no entorno do estádio e no Polo Institucional de Itaquera, criado em 2008, que prevê a construção de fórum, rodoviária, unidade da Fatec/Etec, capacitação e formação profissional, centro de convenções e eventos, unidade para Polícia Militar e bombeiros, Obra Social Dom Bosco, Parque Linear do Rio Verde e Centro Cultural Itaquera. Vereadores afirmam que faltam fibra ótica e leitos hospitalares na região, além de necessidade de regularização de moradias precárias ao longo do Córrego Rio Verde
Acesso viárioA Prefeitura prevê utilização de uma interligação entre o local do estádio com a Avenida Jacu-Pêssego, que dá acesso ao Rodoanel e às principais rodovias do estado. Pode ser possível criar uma operação especial de trânsito semelhante à utilizada para eventos da Fórmula 1. Outra alternativa é decretar feriado em dias de jogos. Técnicos da Prefeitura avaliam que o estádio em Itaquera não deve ter impacto significativo sobre o tráfego em outras regiões da cidade
Atendimento ao turistaA cidade tem 32 mil taxistas, dos quais 1,5 mil foram capacitados para atender turistas. Dos 8 mil integrantes da Guarda Civil Metropolitana, 3 mil estão treinados. A Prefeitura quer formar também frentistas de postos de combustível. A Fifa tem como meta formar 2 mil voluntários
Rede hoteleiraSão Paulo recebeu 11,7 milhões de turistas e 13 milhões de espectadores de eventos em 2010, que gastaram R$ 9,6 bilhões e permitiram a arrecadação do ISS de R$ 158 milhões. A rede hoteleira tem 45 mil unidades e 105 mil leitos, com taxa de ocupação de 68,5%. O secretário afirma que há necessidade de ampliação da rede hoteleira. A necessidade, segundo ele, é da cidade, e não está apenas relacionada à Copa do Mundo
Recepção do Congresso da Fifa e do centro de mídiaA cidade quer receber o Congresso da Fifa que deve reunir cerca de mil participantes. A intenção é sediar o evento em Pirituba. A transmissão de notícias relacionadas à Copa do Mundo pode reunir em São Paulo cerca de 2 mil a 3 mil jornalistas no mês do evento. O centro de mídia deverá ser localizado no Anhembi, na Zona Norte

Prefeitura lista desafios para SP sediar abertura da Copa do Mundo

Fonte: Portal MS

Enviado por: Felipe Ernani Lancieri Fernandes

Veja Mais:

  • Resultados do domingo pressionam Corinthians para duelo desta segunda-feira

    Rivais vencem na rodada e diminuem vantagem do Corinthians na liderança; veja classificação

    ver detalhes
  • O Timão não conseguiu passar pelo Sorocaba na tarde deste domingo

    Gol ilegal e confusão da torcida: Corinthians/UNIP fica com o vice da Liga Paulista de Futsal

    ver detalhes
  • Corinthians/Guarulhos disputou a segunda rodada da Superliga de Vôlei neste domingo

    De virada, Corinthians/Guarulhos vence Minas e conquista primeira vitória na Superliga

    ver detalhes
  • Léo Príncipe, Maycon e Fagner estão na lista de jogadores divulgada pelo Corinthians

    Sem Pablo e Pedrinho, Corinthians relaciona 22 jogadores contra o Botafogo

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes