Corinthians vive situação insólita no Brasileirão.

Corinthians vive situação insólita no Brasileirão.

O Flamengo, que após ameaçar engatilhar um grande campanha, virou mico no Brasileirão, e agora faz um jogo de vida ou morte contra o Corinthians no Pacaembu. . O time carioca estava invicto no campeonato, ganhou do Santos na Vila, em uma virada histórica, entusiasmando a grande imprensa flamenguista, mas o número de derrotas posteriores do Peixe relativizou a importância daquele feito, tão caro aos flamenguistas. O time iniciou uma série negativa de seis jogos sem vitória, tendo sido, inclusive, goleado em casa pelo Atlético-GO, e completa, hoje, um mês sem vitória. A queda de produção de Thiago Neves, e o peso que a ausência de Ronaldinho provoca, mostra que o time, apesar de não ser medíocre, não é a oitava maravilha do mundo, como sugeriu o LANCE!NET, quando da vitória do time sobre o Santos, ao estampar a manchete: FLAMENGO É FLAMENGO!, como se fosse natural uma torcida, digamos assim, editorial, por parte de um órgão de imprensa que se pretende nacional. Entretanto, bastaria uma vitória sobre o Corinthians para o time renascer no equilibrado Brasileirão/11.

O Timão vive situação insólita no Brasileirão. Talvez seja o único líder de campeonatos nacionais pelo mundo afora que vive turbulência, a despeito da sua posição privilegiada na tabela. Uma derrota contra o Coritiba, na capital paranaense, é um resultado normal para qualquer time; e mesmo uma eventual perda temporária da liderança, no meio de campeonato tão longo e difícil seria encarada com naturalidade por qualquer grande equipe do Brasil. Mas, não no Corinthians. A torcida, insuflada pela imprensa tupiniquim, recheada de secadores, e com uma forcinha da oposição, que, dizem as más línguas, orquestrou uma invasão aos treinos com meia dúzia de gatos pingados, o que provocou divulgação de que a “torcida invadiu o treino”, deverá comparecer em peso ao Pacaembu, amanhã. Como sempre, vai apoiar e empurrar o time, e se os jogadores não corresponderem às expectativas, vão ouvir vaias. Mas é só. É só um jogo, e qualquer que seja o resultado, o Corinthians não vai sair da disputa pelo título por causa dele. Não é hora para tumulto, é hora de apoio. Vai, Timão.

Fonte: Roda de Corinthianos

Enviado por: Dirceu Felipe de Barros

Veja Mais:

  • Artilheiro do Brasileirão, Jô pode levar novo gancho do STJD

    Jô e Clayson, do Corinthians, voltam a ser julgados no STJD

    ver detalhes
  • Antonio Roque Citadini é candidato da oposição à presidência do Timão

    Em defesa à Arena, Citadini lembra crime fiscal de Andrés: 'Arrebentou com as finanças'

    ver detalhes
  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Vasconcelos deve ter contrato estendido com o Timão até o fim de 2019

    Corinthians prepara extensão de contrato a artilheiro da Copinha

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes